A divisão do Mundo

A corografia é a divisão do mundo em diversas partes (wikipedia se preocupa apenas com a Geografia de Ptolomeu, nós olhamos as representações astrológicas no Tetrabiblos). Ptolomeu dividiu o mundo em quatro partes,: europa para o fogo (norte + oeste); o nordeste para a Scythia (hoje englobaríamos até a Rússia); a ásia para a terra e o norte da áfrica para a água.

Isso entra em conflito (Ptolomeu sempre entra em conflito) com as direções tradicionais astrológicas : leste-fogo; oeste – ar; norte -água e sul – terra. Eu pessoalmente uso as direções tradicionais e não as de Ptolomeu.

Ptolomeu então subdividia de acordo com várias lógicas, mas a maioria era basicamente racista, dependendo se ele considerava os povos do país como industriosos ou preguiçosos, violentos ou pacíficos, etc. Várias outras divisões foram sugeridas durante os séculos, com diversas listas, alguns autores importantes são Abu mashar e Al biruni.

  • Infelizmente é quase impossível usar as listas da forma como foram criadas por diversos motivos
  • não se conhecia as Américas, Austrália e Japão.
  • não se conhecia o caminho para as Índias a partir do sul da áfrica
  • já se sabia que a Terra não era plana, e sim uma esfera (o que mostra como o século 21 está regredindo)
  • a maioria dos países já não existe, ou suas fronteiras mudaram fortemente (Iraque e Líbia em Ptolomeu não correspondem com os países de hoje em dia).
  • na época não existia fronteiras muito definidas, era mais “esferas de influência” de diversos impérios.
  • fora cidades bem antigas como Roma, Baghdad, o resto não temos idéia de que tipo de corografia teriam.

Listas modernas

Há várias listas modernas que alguns leitores já devem ter visto, como por exemplo “Brasil é Virgem”. Obviamente essas listas são por natureza modernas, portanto use quem quiser. O maior problema dessas listas é a completa falta de transparência – brasil é virgem por quê? Ascendente de uma carta? Pela forma? Terreno? Por que eu digo que sim?

No entanto não vejo maior problema de usar as reinterpretações de alguns países antigos na posição dos atuais, dando Portugal para peixes, etc. A problemática é mais para o resto, que signo ou planeta dar para Bolívia? ou Rio de Janeiro?

 

Alternativas

1 – Bonatti sugere dividir o mundo de Oeste para leste, dando os termos egípcios para um número equivalente de graus no equador. O problema é que obviamente uma esfera não tem pontos de início e fim, senão me engano, ele sugeria começar a partir de gibraltar, como o ponto mais oeste da Europa, mas estou falando de memória.

2 -Era mais normal dividir o planeta de norte até sul. Mashallah dividia em 3 ou 7, mas o mais comum era dividir em 7 climas, começando com saturno e indo na ordem caldeica dos planetas até o sul. Cada planeta então ficaria com 180 graus/7 = quase 26 graus de latitude.

  • do pólo norte a 64N nós temos o clima de Saturno – só as partes superiores de alasca, canada e rússia
  • de 64N a 39N temos o clima de Júpiter – Canadá e norte dos EUA, toda a Europa e Rússia.
  • de 39N a 13N temos o clima de Marte – EUA e México, norte da África, Oriente Médio, ìndia, China, Japão.
  • de 13N a 13S temos o clima do Sol – Indonésia, Colômbia, Venezuela, Equador Peru, Congo.
  • de 13S a 38S temos o clima de vênus – todo o sul da África, Austrália Brasil e resto da América do Sul
  • de 38S a 64S é o clima de mercúrio – só Nova Zelândia e sul do Chile e Argentina.
  • de 64S a 90S é o clima da lua – só água e a Antártida.

Essa divisão também é usada para ver os trânsitos dos planetas lentos – o começo do signo vai do norte até o final do signo indo pro pólo sul.

3 – uma forma comum para cidades era usar a data de fundação – enquanto as datas de fundação

de países são difíceis, porque a maioria dos astrólogos quer apenas usar a data que aprenderam na escola (que geralmente é determinada por algum tipo de ideologia) ignorando os dados históricos, as fundações de cidades são razoavelmente livres de ambiguidade. O problema seria achar o ascendente da carta. Para as cidades criadas sobre domínio católico é bem fácil – São Paulo, Rio de Janeiro, México, etc, foram provavelmente fundadas com um ritual ao meio dia, como era costume.

Já cidades criadas sobre domínio anglicano, protestante, etc, como Nova Iorque, ou em épocas mais modernas, como Brasília, provavelmente não usaram esse tipo de cerimônia, e é necessário procurar por registros históricos.

4 – Eclipses – de acordo com Ptolomeu, os eclipses no signo que rege o país vão afetar o país. Os eclipses acontecem em um signo em períodos de uns 9-10 anos. Se o Brasil realmente é “regido” por virgem, deveria haver um ciclo histórico quando os eclipses acontecem nesse signo.

5 – Grandes Conjunções anteriores à importantes eventos de fundação – Vênus é considerada o planeta regente do islamismo porque essa religião começou na dawr de vênus, na Grande Conjunção de Júpiter e Saturno em escorpião, com o ascendente em Libra.

6 – em caso de desespero podemos usar algum símbolo que é muito usado para representar o local – por exemplo, os EUA são representados pela águia (símbolo de escorpião). O méier no Rio de Janeiro tem o tal do leão – em último caso poderíamos usá-lo, assim como para animais que representem clubes de futebol, etc.

Posted in astrology, Eventos e política, Previsao e Técnicas Tagged with: , , , , , , , ,

Astrologia do trânsitos Maio 2018

Aqui vou mencionar os trânsitos principais para Maio 2018. Temos 12 eventos importantes para o mês, sem necessidade de olhar para quirom e derivados. Coloco o calendário primeiro para quem quiser colocar no seu, bem, calendário.

Calendário de Maio 2018

08/05 – sol oposição a júpiter

12/05 – mercúrio faz quadratura com marte –

13/05 – mercúrio vai para touro

14/05 – lua nova em touro nos termos de saturno

15/05 – marte sai de sua exaltação e vai pra aquário

18/05 – mercúrio em trígono com saturno

19/05 – vênus vai para câncer

20/05 – o sol vai para gêmeos

22/05 – mercúrio oposição a júpiter

23/05 – sol em trígono a marte

25/05 – vênus oposição a saturno

29/05 – lua cheia em sagitário nos termos de júpiter

Saturno e júpiter estarão retrógrados durante o mês, outros planetas não entram nem saem de retrogradação.

Se você tem planetas ou pontos como o ASC ou  parte da fortuna conjunto a um desses trânsitos, eles são mais importantes para seu caso particular.

08/05 – sol  (18 touro) oposição a júpiter

Marca a metade do ciclo sol júpiter. Júpiter que estava no hemisfério oriental passa para o ocidental. Júpiter controlava os dois maléfico, e agora que muda de hemisfério, a influência dos dois maléficos sozinhos e sem supervisão será sentida mais forte nos eventos mundiais. Com vênus também ocidental, isso favorece os “príncipes regentes” – candidatos que não estão no poder mas são seus nomeados, candidatos moderados, de centro-esquerda ou de alguma forma professores, juízes, etc. Na bolsa de valores pode haver um ponto de inflexão.

12/05 – mercúrio faz quadratura com marte (28 capricórnio)-  Uma imagem de mentira, roubos, contratos quebrados, falhas de comunicação, compreensão e computadores. evitar durante esse período coisas com advogados, contratos e serviços de comunicação. Na bolsa, aumento de volatilidade.

13/05 – mercúrio vai para touro Mercúrio em signos de terra é menos um comunicador ou vendedor e mais um contador. Concentrado, meticuloso, lento, metódico, difícil de mudar de ideia, tradicionalista, focado no dinheiro e material.

14/05 – lua cheia em touro nos termos de saturno (em 24 touro) – Veja se a lua afeta um planeta ou ponto em sua casa natal. Se for o caso, você sente esse dia como um ponto de mudança. Um planeta no grau 24 touro/escorpião fica em destaque durante umas semanas.

15/05 – marte sai de sua exaltação e vai pra aquário  Marte perde sua exaltação, então a imagem é ruim para coisas como engenharia, cirurgia, esportes, competição, destruição, coisas que cortam, apostam, impulsionam, cozinham, etc, além disso, logo que sair de capricórnio, marte vai sofrer influência negativa do nodo sul.

Para quem tem:

  • sol natal em touro – evitar polêmicas no trabalho
  • marte ou vênus natal em leão – problemas no casamento
  • marte natal em virgem – cuidado com acidentes
  • saturno natal em escorpião – evitar reformas caseiras
  • júpiter natal em capricórnio – cuidado com dívidas

 

18/05 – mercúrio em trígono com saturno (8 capricórnio)

Uma imagem de seriedade, estudo, concentração, materialidade, filosofia.

 

19/05 – vênus vai para câncer Eletivas para amor ficam complicadas pela oposição com saturno (até 25)

 

20/05 – o sol vai para gêmeos – no geral esse dia deve ser evitado

22/05 – mercúrio oposição a júpiter Na bolsa, pânico ou momento de inflexão.

23/05 – sol em trígono a marte. Um momento para ações fortes, impulsivas, esportivas, competitivas.

25/05 – vênus oposição a saturno. Uma imagem de dificuldades relacionadas a amor, estabilidade, conexões, beleza, arte e estética.

29/05 – lua nova em 8 sagitário. Veja se você tem planetas nesse ponto ou oposto,  eles tendem a “desaparecer” (seu tema não é sentido) por até um mês.

 

Posted in astrology, semanal Tagged with: , , , ,

O lugar do nativo no Reino – bebendo na fonte

Capítulo 31, Abu Ali Al Khayyat – O julgamento das natividades, página 54, tradução de James Holden.

Para ver a posição do nativo no reino (seu estatus social) – veja o senhor do ascendente e o senhor do MC. Se houver aplicação por aspecto entre eles, isso significa que o nativo ganha nome e vantagens com os reis e poderosos. Se o senhor do ASC é o que se aplica (mais rápido), o sucesso é mais pelo esforço do nativo, se o senhor do MC aplica, então é menos esforço e mais pela sorte.  Se a aplicação acontecer entre planetas em ângulos o aspecto é mais poderoso. Se o senhor do ASC estiver em ângulo mas o senhor do MC estiver cadente (ver nota abaixo) isso significa que o nativo terá nome e um cargo importante mas suas ações serão sem importância e nem serão renomadas. Mas se pelo contrário, o senhor do MC estiver angular e o senhor do ASC cadente, o nativo será magnífico em suas ações, mas de nascimento baixo e condições inglórias. Se ambos forem cadentes, significa a baixa qualidade de nativo e suas ações.

Nota cadência – Se usássemos aspectos por signos inteiros é bem claro que nossas possibilidades são muito baixas – se um planeta estiver angular (por exemplo, na 10), um trígono faria com que o outro planeta estivesse (na 2 ou na 6 – 50% de chance de estar cadente. Para os dois planetas estarem angulares, obrigatoriamente temos os planetas em quadratura por signo inteiro; com sextil, se um deles estiver angular – exemplo na 1 – o outro planeta estaria na 11 ou 3 – novamente 50% de estar cadente) , como lidar com isso? Primeiro, note por favor que os signos inteiros se transformaram em modinha, principalmente por causa de pessoas que não posso citar aqui, que fizeram todo um marketing do seu nome para promover o sistema. A evidência que temos é que signos inteiros sempre foi usado com sistemas de divisão por casas

(Assim temos mais diversidade de possibilidades usando a combinação de signos inteiros e divisão por casas, Então é possível ter um trígono entre A e B, onde por exemplo A esteja na casa 10 e B esteja em trígono no 6o signo, mas na casa 5 por exemplo. Ou uma quadratura onde A esteja na 10 e B esteja no 7o signo, mas na 6 casa cadente).

(Correções foram editadas em parênteses e itálico).

Além disso, a definição de “cadente” é confusa no registro histórico. Tanto pode ser as casas 3, 6, 9 e 12, quanto as casas “malignas”, 6, 8 e 12. No caso, pelos significados ruins, considero que se deve usar as casas 6, 8 e 12 como as casas que Khayyat considera como cadentes. O leitor veja o sistema que lhe parece mais coerente.

O senhor do ASC na casa 10 significa que trabalhará para o Rei (poderosos, chefe, líderes).

bom aspecto (trígono) entre senhor ASC e Senhor MC significa amizade com poderosos

mau aspecto (oposição, talvez quadratura) entre senhor ASC e Sr MC significa conflitos com poderosos

Se não houver aspecto entre o Senhor ASC e Sr MC, procure por aspectos do Senhor do ASC com o Sol, porque isso também representa ganhos do Rei e de poderosos., especialmente se em boas casas.

Mas se o aspecto for de oposição com o Sol, isso significa envolvimento com os poderosos, e trabalhar para eles, mas com muito estresse e problemas.

Mas se o Sr ASC estiver conjunto ao Sol (combusto) isso significa que o nativo apoiará ao rei, e saberá seus segredos e terá honra pelo fogo, e o Rei será próximo dele. Nota 2

Se o senhor do ASC for um dos planetas superiores (marte, júpiter e saturno) E estiver no MC ou aplicando ao senhor do MC, trabalhará com o Rei e com a  nobreza.

Se o senhor do ASC for um planeta inferior (lua, mercúrio, vênus) E estiver no MC ou aplicando ao senhor do MC, significa que terá algum tipo de ofício ou será de serviço aos poderosos. Nota 3

Se o senhor do ASC aplicar aos luminares (sol e lua) com recepção, terá muito benefício de Reis e poderosos. Nota 4

 

Nota 2– Ao contrário da astrologia pop, a conjunção com o sol é considerada de forma diferente. Se um planeta estiver próximo ao sol ele está combusto, muito perto de suas chamas, invisível ao olho nu. Isso é normalmente negativo. No entanto, Khayyat mistura significadores bons, como estar perto do rei, e saber de seus segredos, pois o sol naturalmente significa realeza e pode dar poder e fama. Como os planetas ficam invisíveis quando combustos ele adicionou a parte de “segredos”. Como o sol é obviamente ligado a fogo, daí a parte de rituais de fogo, seja lá o que signifiquem na vida prática.

Nota 3 – Os planetas superiores (marte, júpiter e saturno) são contados a partir da distância com a Terra e com a velocidade de suas ´órbitas, que no modelo de Ptolomeu são consideradas como sendo esferas distantes. Por serem superiores são considerados como mais fortes, duráveis. Os inferiores (lua mercúrio e vênus) recebem significados de escravos, servos, ajudantes, amigos, consultores.

Nota 4 – A recepção é uma relação de hóspede-anfitrião que sempre traz algum benefício. Geralmente o importante é o planeta que se aplica, mas no caso acho que qualquer uma das possibilidades deve funcionar.

Nota 5 – muitas das condições que Khayyat dá para o Sr do ASC também funcionam para o Sr do MC, por exemplo Sr do MC em trígono com o sol.

 

Posted in astrology, Bebendo na fonte, Mapa natal Tagged with: , , , ,

Mudanças de dinastia – Bebendo na fonte

No tempo de Abu mashar, obviamente nós não tínhamos um mundo dividido em Estados Nação. Mas a visão de Abu Mashar me parece muito mais clara do que a dos astrólogos pop, que veem tudo como trânsitos e cartas “do país”. Por exemplo, a carta dos EUA é disputada, com mais de 200 candidatos, e todas girando em torno do dia 4 de julho, quando foi assinada a carta de independência. Outros fatores muito mais importantes, como o início da guerra, o final da guerra, a decisão de transformar as 13 colônias em uma união federativa distrital, a criação de uma constituição, nada disso importa, o importante é a data que as pessoas aprenderam na 3a série.

Na época havia reis, impérios e o que chamaríamos de senhores feudais. Alguns regendo sobre diversos níveis de democracia e divisão de poder, outros sobre a regra do medo. Abu Mashar sabia que um líder bárbaro que ascendeu e se mantém sobre o reino do medo, à la Mad Max, terá reinado curto, pois o líder tem vida curta até outro bárbaro o mate. Mesmo que ele sobreviva, não há razão de haver uma linhagem, e depois de um tempo a estrutura de poder se dissolve. Para haver um reinado, é necessário a sobrevivência da autoridade do líder através de uma linhagem, e essa linhagem para ser mantida através de uma lei. E as leis são mantidas por que o povo acredita nas leis, e elas são escritas baixo uma “religião” (o mesmo princípio que hoje chamaríamos de constituição).

Então Abu Mashar não vai falar sobre países, porque tecnicamente eles só começaram a existir por volta do século 16-18, com a unificação da Espanha, e depois de outros países europeus como França, Alemanha, etc. Ele fala sobre a mudança de poder entre as dinastias (para nossa realidade os países) e as famílias (os grupos de poder dentro dos países).

Abu Mashar, ,On hystorical astrology, p.51.

(…) vamos começar o capítulo falando sobre como saber a mudança de dinastia de uma nação para outro (Lembrar que nessa época não havia estados-nação, e sim reinados, impérios e senhores feudais) e para qual nação a dinastia vai, já que o ranque dos reis segue o dos profetas (sobre os profetas, Abu mashar fala nos capítulos anteriores falando sobre as Grandes Conjunções que mudam de triplicidade).

 

Para saber as mudanças de dinastia é necessário saber o ascendente do mapa que mostra o início da dinastia (por exemplo, para saber sobre o futuro dos reis Ingleses, veríamos quando o mapa do ingresso solar onde a dinastia de Elizabeth tomou posse pela primeira vez), e o ascendente das conjunções que ocorrem (difícil saber se é a GC anterior à dinastia, ou se é a GC atual, por exemplo a do ano 2000).  e os ascendentes dos anos e quartis (do ano é o ingresso em áries, dos quartis os 4 ingressos, em áries, câncer, libra e capricórnio – isso para mim implica que Abu Mashar está falando sobre como prever os eventos do ano para a dinastia) e também ver os ascendentes (dos inícios) progredidos.

 

Vemos então se a mudança de dinastia acontece no final de uma dawr (dawr = período de 360 anos fixos para o mundo, começando da suposta data do dilúvio); se o ascendente da religião (Grande Conjunção onde se mudou de tripicidade anterior à religião, por exemplo o início do Islamismo é dado pela GC em 571 em escorpião) não aspecta o ascendente (do ano da dinastia?).

Se a dawr chegar ao final e indicar uma mudança de dinastia, veja em que signo chega a profecção e em que signo ocorre a Grande Conjunção. O signo em que ocorre a Grande Conjunção mostra o povo e a região para a qual vai a dinastia. O signo em que chega a profecção no mapa da Grande Conjunção (atual) mostra a razão pela qual a dinastia muda (olhando em que casa do mapa o signo cai). Se o ascendente profectado, por exemplo, estiver nas casas 9 ou 3, a mudança é por causa de religião, especialmente se o planeta que é o dispositor da Grande Conjunção estiver nesse signo profectado.

Os seguidores da nova dinastia (rei, aliados, povo e herdeiros) virão da direção na qual Marte está localizado em relação ao sol (leste ou oeste). Se oriental (direção horária a partir do sol no mapa) será o povo do leste ou sul; se marte estiver ocidental, do norte ou oeste. Se marte estiver em um dos ângulos, principalmente oposto à conjunção de Júpiter e saturno, acelera o processo de fundação da dinastia. Se estiver cadente (casas 6, 8, 12) indica atraso. Na casa 6 indica que os seguidores são escravos e a ralé.

Se a profecção estiver em signos do mesmo elemento que a Grande Conjunção, os seguidores são da família do novo rei. Se marte estiver cadente, indica que serão ignnorados e só depois obterão o reinado. Se marte estiver angular indica que a família ganha poder pela força.  Se estiver em quartil à GC, há problemas para o rei e seus exércitos, especialmente se marte estiver na 4.

Para saber se as dinastias atuais vão continuar na GC que muda de elemento, veja onde está a profecção do início da dinastia. Se a profecção desse ano estiver em um dos ângulos da carta da dinastia, isso indica que a dinastia continua firme até pelo menos o final da dawr, especialmente se o ano chegar a um signo regido pelo planeta que domina a conjunção (exemplo – em 2000, júpiter – saturno estava em touro, portanto vênus domina a conjunção).

Se no momento da GC, saturno tiver maior latitude, indica que as mudanças serão causadas por guerras e injustiça. Se Júpiter tiver maior latitude, indica que as mudanças serão por respeito à justiça e equilíbrio.

Se o senhor dos termos da Lunação que acontece antes do ingresso solar (ou um quartil do ano) for um maléfico, isso indica a rebelião contra reis e surgimento de oponentes (….)

Já para a mudança de dinastias e reinado dentro de uma nação, de uma família para outra, isso ocorre quando os planetas inferiores regem o período de quartil da dawr (a dawr é de 360 anos, o quartil de 90 anos). Se a conjunção indicar mudança e ela ou o ascendente estiverem em um signo bicorporeal, isso indica a mudança de poder entre as famílias quando o ascendente profectado chegar ao signo da GC. Outra possibilidade é 20 anos depois, na próxima GC, quando a profecção der uma volta inteira. Quando a GC for no começo de um signo, a mudança é na terceira conjunção (60 anos depois), se no meio, é na segunda conjunção (40 anos depois) e se for no final do signo é na primeira conjunção (nos primeiros 20 anos).

Exemplo – Estados Unidos.

Os Estados Unidos começaram como 13 colônias que se uniram contra a Inglaterra. Após a vitória, eles criaram uma constituição, e sob essa nova lei o primeiro presidente tomou posse em 1789, George Washington, e essa carta que é usada na astrologia tradicional como “fundação” do que Abu Mashar chamaria de uma “dinastia”, que é mais importante que um simples reinado. Hoje nós chamamos essas dinastias de Estados Nação.

A carta da fundação tem o ASC em Escorpião. A última grande conjunção que aconteceu foi em 2000. Usando as instruções de Abu Mashar, profectamos o ascendente (avançando um signo por ano) e em 2000 chegamos a Libra. Libra é o 12 segundo signo da carta de fundação da dinastia, e também não aspecta a GC em touro. A dawr atual é de Saturno e Virgem, e está em seu final, acabando em 2020.

Portanto a dinastia está num momento de crise e Abu Mashar diria que haverá uma mudança de dinastia para outro país. Ele diz que temos que ver os motivos da mudança de dinastia pela casa onde cai a GC na carta do ingresso do ano de 2000 – cai na casa 4 dos recursos, povo, terra, fundação, valores, ancestrais, casas, etc.

O que me ocorre é que os problemas principais dos EUA que fortaleceram sua problemática e perda de poder ocorreram em função do ataque em seu território (11 de setembro) e a bolha imobiliária. Mas é justo dizer que várias outras posições seriam possíveis, como a casa 7 ou 8 dado a propensão da águia de se estender pelo mundo inteiro.

A mudança de poder dos EUA para China pode ser melhor vista na GC de 1980. Por que? Porque essa foi a GC onde mudou a triplicidade (elemento) da GC, que por dois séculos foi em signos de terra, e passou para signos de ar. A partir de 1980, a China começou a se abrir comercialmente para o mundo, o que acabou no que temos hoje, com quase toda a indústria mundial, tanto a pesada quanto a tecnológica, indo para o país, buscando por baixos salários e poucos impostos, alterando a balança mundial de poder nos últimos 40 anos. Minha expectativa é que com o começo da Dawr de Júpiter libra em 2021 a nova ordem mundial se estabelecerá. Os EUA não vão simplesmente desaparecer, mas terão que aceitar um papel secundário, da mesma maneira que a Europa pós Segunda Guerra Mundial.

Posted in astrology, Bebendo na fonte, Eventos e política Tagged with: , , , ,

Marte saturno 2018

Marte e saturno são planetas maléficos. Maléficos não são “incompreendidos”, ou “guias para espiritualidade”. Eles são maléficos porque são difíceis, inférteis, devagar ou muito rápido, conflitivos,  pragmáticos, sérios, rompem coisas. A ideia é que a dose do remédio determina o remédio – o que é bom para a vida na fazenda não é bom para a vida no deserto e vice versa.

Como marte atravessa o zodíaco em 2 anos e meio, as conjunções entre os dois ocorrem ano sim, ano não. Elas vão passando pelos signos, a última foi pior, em sagitário em 2016, porque marte ficou retrógrado por 6 meses, fazendo uma dança com saturno por meio semestre. O encontro desse ano será muito mais rápido.

Na tradição, a única conjunção marte-saturno mencionada e considerada importante é a dos dois em câncer, que ocorre a cada 30 anos. A última ocorreu em 2004 (25 de Maio, em 11 de Câncer, mas há dúvidas se a data é realmente importante, ou se seria usado apenas o ingresso solar). A conjunção em câncer parece ter o objetivo de pegar os planetas em seu pior: marte está em queda e saturno em exílio.

Desde o inicio da conjunção, já vimos muitos dos seus efeitos (lembrar que ao mesmo tempo mercúrio foi para retrógrado e a primeira lua visível surgiu com Cetus – o monstro):

  • Ex-presidentes da Coréia, França (sarkozy) e peru foram acusados de corrupção, presos ou renunciaram.
  • Putin foi reeleito pela vigésima vez e cometeu um assassinato no Reino Unido. Isso levou a embaixadores russos sendo expulsos e a União Europeia retirando seu embaixador da Rússia; Alemanha e França dizem que pretendem fazer mais retaliações, para a Copa do Mundo, provavelmente.
  • China anuncia que não vai suportar “ataques à sua unidade” mandando recado a Taiwan.
  • Trump quer começar uma guerra comercial com China, mas está brigando com Europa também.
  • A polônia sofreu uma ameaçada da União Europeia – ou remove a legislação que colocou o judiciário sobre controle do presidente ou corre o risco de perder o dinheiro europeu.
  • Turquia renovou o ataque contra a imprensa local para que fique sob o controle do novo sultão.
  • Israel condena uma palestina a 8 meses de prisão por estapear um soldado como protesto.
  • Alunos americanos protestam contra as armas.
  • Ataque terrorista no Afeganistão mata 26 pessoas.

Acho que isso mostra que, pelo menos a conjunção é boa em timing, mesmo se não pudermos apontar exatamente o que vai acontecer.

Sugestões para interpretar a conjunção entre os maléficos.

Infelizmente, sempre será muito difícil interpretar eventos mundanos, porque a não ser que você tenha informação interna, você só terá as bobagens da imprensa, que é parcial, filtra o que acha que você deve saber. A listagem acima não veio da cnn ou folha de são paulo, e sim de que estou acompanhando o feed de jornais da austrália, deutsche welle e al jazeera. Além disso jornais são reativos e dão ênfase enorme no primeiro dia e esquecem o evento em uma semana no máximo. Raramente temos notícias como “Trump planeja reforma alfandegária contra China”.

Então conhecimento é essencial, e como não o temos, as interpretações serão vagas. Astrologia mundana ganha mais claridade nos raros eventos onde sabemos a data do evento (impeachment, julgamento, início da guerra).

Abaixo algumas sugestões

Uma possibilidade é ver a conjunção em câncer como uma espécie de “ascendente” – assim a conjunção em capricórnio funcionaria como uma espécie de “casa 7” (cuidado – especulativo). Então poderíamos interpretar a conjunção em sagitário como trazendo inimizades, epidemias, revoltas e ascensão de criminosos; em capricórnio criando tensão em relações internacionais, diplomacia, negociação, etc; em aquário mudanças drásticas, epidemias, acidentes, dívidas governamentais e pessoais, quedas de juros, inflação e problemas no comércio internacional, guerras. Novamente, é uma especulação, veja por exemplo que o padrão sempre vai se repetir, infinitamente, sem variar.

Às vezes é mencionado que nas conjunções temos que ver que planeta é mais forte. Como os dois estão em seu signo (exaltação e domicílio) podemos ver também a latitude – os dois planetas têm baixa latitude mas Saturno ganha, com quase 1 grau de latitude. Enquanto Júpiter e Saturno mostram a briga na política e guerra, entre fartura e miséria na economia, marte e saturno mostram a dança entre os que querem entrar e os que não querem sair, os que querem ganhar território e os que não querem perder, o fortalecimento de regras (boas e ruins) versus a quebra dessas regras (por reforma ou por crime).

Então temos as regras, a disciplina e o status quo ameaçados por reformas, criminosos, crises e coisa inesperadas durante o período.

Saturno tem causado clima frio no hemisfério norte, onde já é primavera, mas várias partes ainda têm neve. A influência de marte aumenta a temperatura mas também causa tempestades (Austrália parece que vai sofrer uma convergência de furacões).

Abu Mashar e outros quase não colocam instruções, mas entendo que eles gostariam que víssemos a conjunção de marte-saturno em câncer e usássemos o mapa do Ingresso solar para o país. No mapa do ingresso para a Rússia em 2018 vemos que a conjunção está angular, e o MC está em 11 graus de câncer.

Curiosamente apesar de ser ano de copa do mundo não vemos nada muito importante na casa 5. O regente da 5 está em conjunção com marte, o que pode mostrar alguns problemas ou episódios de violência durante o evento. Em quadratura com o sol, imagino que Putin vai ter seus problemas com a Copa, como aconteceu em vários países, como o Brasil.

 

 

 

 

Posted in astrology, Eventos e política, planetas Tagged with: , , , ,

Lua nova em Peixes 2018

 

A lua nova em peixes foi no dia 17 de março. Ela é especial porque tem dois trabalhos: 1 – o normal, de falar sobre os próximos 15 dias; e 2 – junto com o ingresso em áries, falar sobre o ano que chega. Em especial, a lunação fala sobre fertilidade, chuvas, riqueza, o bem estar geral da população em termos de epidemia e dinheiro. Na astrologia védica muitos astrólogos usam muito mais a lunação nova em peixes do que o próprio ingresso em áries.

 

Abu Mashar – On historical astrology, Parte 8, p 480 e 481:

“Para os temas de epidemias,  pragas, fertilidade, esterilidade e chuva, isso é visto pelos mapas do ingresso do sol em áries e da lua nova ou cheia antes desse ingresso. (…) Se os lordes dos ascendentes (da lunação e do ingresso) estão aplicando ao senhor da 8, ou a lua estiver aplicando ao lorde da 8, isso indica epidemias. Se o senhor da 8 aplicar ao senhor do ascendente, então a epidemia não mata muito. Muitas indicações aplicando ao senhor da 8 mostram mortes sem doença. Se estiverem aplicando ao senhor da 6, várias epidemias e doenças em sucessão. Se marte afligir, as doenças são quentes (febres) e se for saturno são de maior duração.

“Para os anos indicando fertilidade e esterilidade (no sentido de colheitas e também de inflação e recessão econômicas) veja o mapa da lunação antes do ingresso em áries. Se o grau da lunação aplicar a Júpiter E o senhor do ascendente estiver bem E a casa 4 não estiver aflita, (além disso Abu Mashar remete a indicações aos mapas das grandes conjunções) então o ano é fértil especialmente se o senhor da casa 2 estiver com bom aspecto ao senhor do ascendente ou com bons aspectos à parte da fortuna.”

“Já os anos estéreis,  são os anos em que temos saturno dominando a lunação anterior ao ingresso, seja por aspecto ou por ser regente do ascendente da lunação (ou se está no ascendente) e o senhor da casa 4 está aflito, principalmente quando é saturno que está afligindo. E é pior se estiver (a lunação?) conjunto a mercúrio. Se saturno estava angular (nos mapas das grandes conjunções) essa é uma indicação de altos preços. Também se a lua aplica a saturno após se separar dos nodos, e também se saturno está no seu ponto de  maior distância. E é pior se mercúrio estiver com o maléfico (mercúrio como senhor do comércio, imagino). Se houver aflição entre o senhor de fortuna e os senhores da casa 2 ou ascendente, o ano é muito estéril. Saturno é pior que marte para esse caso. E Júpiter dá mais fartura que vênus.”

 

Nota para entender as instruções:

Textos astrológicos são muito antigos (mais de 1000 anos em geral) e tendem a ter um estilo obviamente difícil de entender, fora as múltiplas traduções ou cópias de texto para texto pelos escribas. Então não se deve usar como se fosse leitura bíblica (nem a Bíblia deveria ser usada como leitura bíblica, a próposito, mas saímos do ponto). Temos então que ler usando nosso saber e experiência.

Cartas mundanas são feitas para um momento (entrada do sol em áries, ou momento da lua nova ou lua cheia), e esse momento portanto é igual para todas as partes do mundo, só mudando os ângulos. Mesmo os ângulos não mudam tanto. Os países da parte oeste da américa do sul terão o mesmo MC e ascendentes parecidos. Muitos países da Europa terão o mesmo signo no ASC. Abu Mashar usava outras cartas de fundação de religião e dinastias para diferenciar entre os países.

Como as cartas são quase idênticas para os países, use a seguinte regra no geral – quando estiver usando um fator essencial (exemplo – lua para o povo) você NUNCA pode usar outros fatores que também são comuns a todas as partes do mundo (exemplo – lua em quadratura com marte será verdade para todas as partes do mundo) e sim apenas fatores específicos à sua região do mundo (exemplo – lua na 8, lua regendo a 8, lua em quadratura com o regente da 8).

Seguindo os conselhos de abu mashar a lunação aspecta a júpiter e marte no mapa acima, dos dois aspectos, júpiter é mais importante porque é angular. Júpiter promete mortes, acidentes, altos e baixos inesperados, aumento de juros ou queda de câmbio, mudanças das leis (rege a casa 8 e 11). Marte promete  também alterações em câmbio e juros. Como é regente da 12, o tópico do ano também relaciona a prisioneiros, traidores, loucos, inimigos do país.

Mas o senhor do ascendente é um benéfico, em conjunção ao regente da casa 2. Com o senhor da casa 11 (júpiter) angular, a tendência é de recuperação da economia (mesmo porque é o rumo normal da economia depois de tantos anos já da crise original – sem contar subsequentes crises que, ao invés de resolver, prolongaram a recessão).

No geral – usando as indicações de Abu Mashar há mais mortes do que normal (no estado atual do Brasil, provavelmente violência – marte regendo a 12 mostra aumento da presença do crime em geral), mudanças em câmbio e juros, um aumento relativo da presença econômica e mudança nas leis.

 

Clima Para os próximos 15 dias – Júpiter perto do ascendente dá tempo agradável mas puxado pras chuvas (de acordo obviamente com a região e o clima esperado para a época). Brasília está nos termos de saturno, o que esfria e dá um pouco de tempo ruim, como nevoeiro. Salvador está sob os termos de mercúrio que dá ventos e mudanças constantes no tempo. São Paulo e Rio estão sob os termos de Júpiter e aumenta a probabilidade de chuvas.

 

Comparando a lunação com o mapa do ingresso em capricórnio (abaixo), o ascendente da lunação em Brasília pega a casa 2 do mapa do ingresso e conjunto à parte da fortuna.

Dunante o período nós temos o senhor do ascendente da lunação vênus, que está na 11 conjunto a mercúrio, e a lunação também na 11. Mercúrio era senhor da 3 e 6.

Isso mostra um aumento de doenças de garganta e rins (surto de gripe?). A ênfase em mudanças na lei na próxima quinzena.

Acredito que a questão dos benefícios aos juízes será considerada nessas semanas. Se sim, então os juízes irão alegremente para casa com seus auxílios moradia, educação e quanto mais queiram. No ingresso, Júpiter rege a 9 dos juízes na 8 de dinheiro, morte e dívidas. Na lunação temos o regente da 1 em razoável estado (na 11 apesar de exilado) e Júpiter (que era o representante dos juízes) angular na 7 dos inimigos. Não, júpiter é muito mais poderoso que o regente da 1.

 

Posted in astrology, Bebendo na fonte, Eventos e política, Temas Avançados Tagged with: , , , , , , ,

Ano novo astrológico 2018

Primeiro as notícias ruins – já estamos no final de Março! O ano praticamente já acabou.

Segunda notícia ruim – 1 de Janeiro é uma convenção sem motivação astrológica, pra gente o ano começa no Ingresso do sol no signo de áries.

Terceira notícia ruim – as bobagens de “2018” é ano de júpiter são isso, bobagens, e não tem conexão com astrologia. Na verdade, mesmo na gringolândia você não vê ninguém falando isso, é uma bobagem terra brasilis. O melhor que pude achar é que parece ter vindo de alguma seita esotérica francesa.

 

Então vamos para o correto, sem invencionismos…. primeiro a técnica de Mashallah.

A carta do ano (acima) tem o ascendente em câncer, signo móvel, e portanto é uma carta instável, temos então que levantar quatro cartas ao longo do ano, cada uma durando apenas 3 meses.

Como marte é o senhor dos termos do ASC, Mashallah diz que ele rege o clima durante o período. Temos a imagem de um outono mais seco que o normal, com períodos de ondas quentes ou tempestades (marte conjunto a saturno – outro planeta seco/ quadratura sol – quente e seco).

Temos então que encontrar o Senhor do ano (no caso de 3 meses). É um planeta angular (dentro das possibilidades) e que tenha direitos de regência sobre o ascendente. No caso temos lua (senhora do ascendente na 10) e marte (perto do ângulo, triplicidade e termo), Júpiter (na 5, regente de exaltação), e vênus (no MC, regente da triplicidade). Mercúrio e saturno não têm direitos sobre o ascendente, então apesar de angulares podem ser ignorados.

Agora podemos selecionar o Regente no estilo Highlander, dando prioridades para angulares, dignos, sol e lua. Vênus e marte estão angulares, mas eu dou prioridade a marte porque ele é regente dos termos do ASC. Júpiter está solto pela 5 então é eliminado. Lua está na 10 para 11 e está bem melhor que júpiter.  Dou então regência do período para a lua, porque ela aspecta o ascendente e tem prioridade como luminar.

Mashallah – cap 17 p335 – “e saiba que dos 7 planetas, não há nenhum para o qual a sorte o azar variam mais rapidamente do que para a lua e mercúrio; isso por suas múltiplas condições e combustão, e um planeta em combustão traz diversos malefícios, se o planeta for significador do ano.” No caso não temos esse problema porque a lua está bem afastada do sol e crescente. A lua está exaltada, não combusta, e não sofre oposição, então no geral é um período positivo.

A lua mostra então suas simbologias básicas – ir e vir e viagens; mulheres, mães e crianças e outros temas de maternidade e infância; sonhos, mente, educação, loucura; altos e baixos e rapidez; o povo comum, o estado da classe baixa e média. A lua está em aspecto com saturno, com o qual tem inimizade natural, mas é um trígono o que facilita (em geral).

Como saturno rege as casas 7 e 8 os três meses têm um tom importante de relações comerciais, taxa de câmbio e a variação dessas. Também morte de pessoas comuns e infantes de forma rápida e surpreendente é um tema.

Para mashallah marte e saturno angulares em ums igno de terra mostra destruição de árvores e morte de animais. Como marte também participa como Significador do Rei, e aspecta saturno e sol isso mostra brigas e discussões.

 

Desculpe a verbosidade mas o propósito era mais explicar do que analisar…. em um próximo artigo eu darei a visão de Abu Mashar sobre a revolução do ano.

 

Welcome to your Ano novo

No geral se sente otimista ou pessimista para o ano?

 

 

Posted in astrology, Eventos e política

Faces ou Decanos de acordo com Paulus Alexandrinus – Bebendo na fonte

Muita gente só ouviu falar das faces na versão bastarda – uma espécie de “filtro” para o signo solar – “oh, você é de Peixes, mas como você é do decano tal, você é mais tal e menos tal”.

Mas a origem dos decanos é provavelmente dos Egípcios. O sistema original se perdeu faz muito, mas se baseava em dividir o ano em 36 partes, cada uma de 10 dias. Toda vez que falamos sobre esses sistemas antigos vêm o povo que não sabe a diferença entre constelação e signo gritar que devíamos usar as estrelas fixas. Nesse caso é totalmente impossível: não só a ordem das estrelas parece ter mudado diversas vezes ainda no Egito antigo, mas como as estrelas não têm movimento uniforme, seria impossível arrumá-las em sua posição atual de forma a dar divisões de 10 dias. Outro termo para decano é face, e vou usar os dois como sinônimos.

O básico dos decanos é simples: pegamos o zodíaco e dividimos cada signo em três partes. Os primeiros 10 graus de Áries pertencem a marte, e depois vamos seguindo a ordem caldeica dos planetas: de 11 a 20 graus de Áries pertencem ao sol, de 21 a 30 pertencem a vênus e por aí vai.¹

 

 

Vamos então ler do original de Paulus Alexandrinus  (Século 4) e comentaristas, página 9 da tradução de Dorian Greenbaum.

A respeito das faces dos 7 planetas divididos por signos, no qual eles pertencem como se fosse sua casa, é necessário distribuir os planetas na ordem caldeica. Através desse método se descobre que planeta rege cada parte do zodíaco, começando de áries e contando para cada face 10 graus. Assim, o primeiro decano é dado para Marte, o segundo para o Sol, o terceiro para Vênus. Continuando com a ordem, o primeiro decano de Touro é Mercúrio, depois a Lua e Saturno, para Gêmeos temos o primeiro decano para Júpiter, o segundo para marte e o terceiro para o Sol, e assim por diante.

Comentários  do texto grego feito por outros autores – 9

Os planetas que estão nos decanos têm simpatia com os regentes do decano. Por exemplo, assuma que o sol está nos primeiros 10 graus de Áries, que é o decano de Marte. Já que o Sol naturalmente significa coisas ligadas à alma, dizemos que a alma da pessoa é masculina, de altos espíritos, com amor pela batalha, sexo e coisas assim. Mas se o Sol estivesse no segundo decano, a face do Sol, significa que a pessoa tem alma brilhante, ama a fama, tem muita honra e não se delicia no combate. E se o Sol estivesse no decano de Vênus, significa uma alma mais feminina, introvertida, desejosa, etc.

Comentário 12

O sol na face de marte recebe o poder de Marte, na face do sol recebe seu próprio poder. Da mesma forma os planetas que estão presentes na face ² recebem esse poder (ou ficam mais fortes?), para o bem ou para o mal. E saiba que como os planetas vão alternando sua regência entre os 36 decanos, de 7 em 7, vão dando suas próprias naturezas de 10 em 10 graus.

 

O texto de Alexandrinus é muito curto e fora a definição, mas dá uma possível pista de interpretação. Ele pega o significado natural de sol como alma ou espírito, no sentido de essência e caráter. No decano de marte, o caráter da pessoa é guerreiro, apressado, sexual, assanhado, extrovertido, no decano do sol ele expressa sentidos solares, como honra, e menos de marte (combate), e no de vênus sentidos femininos (a maioria dos sentidos com conotações mais para o negativo). Algumas questões que podemos levantar:

  • vale só pro sol? – não, aqui é claro que era apenas um exemplo. Não entre nos mitos da astrologia pop. O sol era a alma mas também o pai, por exemplo. A lua rege a mãe, marte irmãos, júpiter professores, etc.
  • regências acidentais – uma pergunta seria se ao invés de usar o sol como significador natural de alma, se poderíamos usar o sol como regente da casa 6 por exemplo. Algo como “sol, regente da 6, na face de marte, dá mais febres, acidentes e cortes”?
  • Como os decanos mudariam dependendo do signo? Nenhum comentário foi feito do sol estar exaltado em áries, e vênus em exílio, então não sabemos se isso poderia ser ou não um fator importante.

¹

Há uma outra ordem dos decanos, chamada de “triplicidade” e que provavelmente vêm da drekkana da India, mas apesar de ser citada, não tem muita importância em astrologia tradicional. No entanto, é uma das favoritas em astrologia de signo solar pop, porque se pode falar bobagens como “você é um leão do tipo sagitário”.

² Nota técnica – Além das pouquíssimas indicações de o que realmente fazer com os decanos, outra coisa que noto é a complicação de certos termos. Greenbaum usa frequentemente o termo “co-ascendendo” em sua tradução, que implicaria o planeta que tem a mesma ascensão oblíqua (o exemplo mais básico seria marte no ascendente e a face de marte ascendendo, mesmo que marte não estivesse na face de marte por signo).

Como isso se parece com os princípios de Anônimo de 379, eu acredito que seja resquício de quando o sistema egípcio usava estrelas para marcar o decano  – notar que no sistema de Anônimo   de 379 não se usa a estrela ascendendo no zodíaco, mas no horizonte inteiro. Vamos então para o lado técnico – normalmente vemos a projeção da estrela no zodíaco. Pegamos uma linha perpendicular ao zodíaco até a estrela. Isso funciona bem quando a estrela está perto da eclíptica. Estrelas como Arcturus ou Algol estão horrivelmente longe da ecliptica e portanto podem estar acima ou abaixo do horizonte quando o ponto que é sua projeção está ascendendo. No método de anônimo, ao invés de se pegar a projeção na ecliptica, usaria a posição in mundo. No entanto, isso nos traria uma quantidade gigantesca de estrelas para considerar – Anônimo usa apenas as estrelas que estão atravessando o horizonte, independente da projeção na ecliptica.

Eu acho que essa interpretação é mais confusa e realmente não vejo fazendo muito sentido para as faces.

Posted in astrology, Bebendo na fonte Tagged with: , , , ,

Semana de 26 fevereiro a 4 março de 2018 – astrologia eletiva

Abaixo o básico da semana de 26 fevereiro a 04 de março de 2018

Lembre que a astrologia eletiva NAO é horóscopo – é a energia do dia que mostra se certos temas começados nesse dia serão bons, ruins ou médios.

Caso possível, evite os dias ruins, se não for possível, espere atrasos e planeje para eles.

26 de fevereiro/

Mansão lunar dos Olhos – coisas iniciadas nesse dia tendem a ser visíveis e estar sobre os olhos de todos. Medo, estar sendo vigiado, emoções que são mostradas pros outros.

27 de fevereiro

Mansão lunar da Face – esse dia tende ao harmonioso e pode ser privilegiado para sexo, encontros, amizades, reuniões, onde o propósito seja equalitário, de confraternização. Também é um dia mais preguiçoso e de menos energia ou direção, onde coisas são equilibradas. Sensualidade e sexualidade, gula, experiências e desejos pela materialidade.

 

28 fevereiro

Mansão lunar da juba – muitas idas e vindas. Faça negócios onde queira que nenhum lado tenha a vantagem (bom especialmente se você está do lado fraco). Evitar ir a hospitais e médicos. As pessoas falam e discutem mas não chegam a objetivos. O que vai volta.

01 de março

Mansão lunar do rabo – Emoção a flor da pele. Nostalgia, depressão, emocionalismo, fantasia, familia, proteção. Desgraças, problemas, finais de coisas. Rapidez, o que é feito se realiza rápido mas também é pelo curto prazo.

02 março

mansão lunar das asas – obstáculos, obscuridade, fazer coisas em segredo, esperar atrasos ou obstáculos, burocracia, fazer coisas lentamente, para muito longo prazo, fazer coisas maléficas como fofocas. Coisas ligadas a estruturas, imóveis, têm problemas.  Desejo de transcender, ignorar a maldade do mundo, ir para um lugar mais calmo.

03 de março

mansão lunar da espiga – coisas boas, colheita, acolhimento, fartura, sorte. Focada no lado material das coisas, esquecendo a espiritualidade, lado prático, pedir por coisas, confiar na sorte.

04 de março

mansão lunar da tenda – movimento, rapidez, sem direção, preparar as coisas para viagens, destruir, cortar, energia, impulso, inquietação, tédio, fogo nas idéias

Posted in astrology, semanal Tagged with:

Feng shui 2018

Dia 16 de fevereiro começa o ano novo chinês pelo calendário lunar. Mas, o que a notícia de jornal não diz é que o ano astrológico chinês começa na verdade com o ano solar, em 4 de fevereiro, como já falamos no artigo sobre o ano chinês de 2018.

Dia 4 também muda o panorama de Feng shui para o ano. Aqui só alguns highlights para quem tem interesse. Como eu já disse, não me considero um especialista, mas prefiro falar coisas simples e verdadeiras do que deixar as pessoas vendo as picaretagens inventadas por aí pela internet. Pelo menos assim, quem se interessar, pesquisa.

feng shui flying star

O mapa acima pode ser usado para grosseiramente dividir sua casa. Não tente brincar com centímetros, isso não tem precisão. As paredes geralmente funcionam como divisão da energia. Há 3 pontos importantes na casa ou apartamento – a porta de entrada, o quarto de dormir e a cozinha (se for usada – se você só usa para guardar roupa e esquentar pizza, ignore). Todas as outras áreas, da sala de visitas aos banheiros e área de serviço são neutras ou desimportantes. Escritórios só devem ser contados caso você realmente trabalhe em casa.

A zona mais afetada negativamente é o norte, incluindo um pouco do nordeste, sudeste da casa. O conselho é evitar fazer reformas nessa área por causa da estrela 3 killings. Caso uma reforma seja feita na casa toda, ela não deve começar por essa área.

O grande duque está no noroeste, a recomendação é que não se deve trabalhar olhando diretamente para o noroeste ou sudoeste durante o ano.

Norte – A estrela 5 – amarelo é maligna e complicada. Caso sua porta de entrada esteja no norte, isso pode trazer baques em sua vida profissional. Se alguém dorme aqui ela pode ter problemas de saúde. Se recomenda colocar uma garrafa ou outro objeto fechado de água com bastante sal dissolvido e 6 moedas.

Noroeste – a estrela 1 – branco é positiva. Caso o quarto de dormir esteja aqui traz bons relacionamentos. Para a porta de entrada traz sucesso ou sorte nos empreendimentos.

A estrela 2 – preto que está no oeste é ruim para a saúde e afeta os quartos de dormir. Também pode afetar negativamente a vida de casal. Pode usar a cura de sal aqui também.

Sudoeste –  6 branco traz dinheiro ou sucesso se a porta de entrada estiver no sudoeste. Para o quarto de dormir pode trazer problemas de saúde.

Sul – 4 verde simboliza romance, talento artístico, escrita, aprendizado, viagem, criatividade. Onde essa estrela cair na sua casa, pode aproveitar para estudar nesse canto. Um vaso de flores geralmente é considerado bom para trazer romance. O quarto de dormir aqui pode favorecer estudos ou romance. A porta de entrada traz sucesso acadêmico ou criatividade.

Sudeste – 8 – branco é boa em geral – porta de entrada traz sucesso, o quarto de dormir pode trazer romance.

Leste – 7 vermelho – se você tem a porta de entrada ou janelas nessa direção pode pressagiar roubos, assaltos ou perda de dinheiro. A porta de entrada aqui simboliza problemas legais ou discussão. O quarto de dormir pode trazer alguns roubos. Se sugere evitar metal ou fogo nessa área.

Nordeste – 3- Jade é uma estrela de polêmica e briga – a porta de entrada aqui pode trazer conflitos no trabalho; o quarto de dormir pode trazer distúrbios na família ou no casal.

 

 

Posted in astrology Tagged with: , , ,

Aprenda mais astrologia

Veja o que perdeu

%d bloggers like this: