120 Aforismos de Ibn Ezra (1 a 12)

1 – Como a Lua está próxima a Terra e acelerada no seu rumo, ela aumenta os contatos entre os planetas, comunicando sua força a eles sem receber deles nenhuma força; ela transfere as influências de um a outro; ela corresponde ao recém-nascido pois seus raios se desenvolvem gradualmente até que está cheia, e depois eles gradualmente declinam até que se tornam nao mais visíveis e desaparecem do mundo. É por isso que os antigos diziam que ela influencia toda decisao e o começo de cada tarefa. Se ela está em sua ascendencia (*) e as circunstancias sao favoráveis, qualquer coisa que uma pessoa começar nesse momento terá sucesso, e o contrário se as circunstancias nao forem favoráveis.

(*) Aqui tenho dúvida se ele quer dizer literalmente “no ascendente” porque seria contrário à pregaçao de Ramesey de que nunca se faz uma eleiçao com a Lua no ASC. Talvez seja outra coisa, como dignidade, nao sei.

Os ancientes também disseram que, para saber sobre quem faz uma pergunta, olhe o signo ascendente e seus regentes (no plural), e para a pessoa perguntada, use o sétimo signo e seus regentes, e sempre ponha a Lua em contato com ele (o sétimo signo, aparentemente).

2 Se a Lua está movendo por si só, ou seja, fora de curso, sem contato com outros planetas, isso indica coisas fúteis, e significa que qualquer coisa pela qual a pessoa pergunta, nao pode realmente acontecer.

3 O planeta que entra em conjunçao ou outro aspecto com a Lua dá o prognóstico de toda coisa futura que o querente possa querer saber; se o planeta é favorável, será um resultado bom, mas se o contrário, o querente terá problemas.

4 O planeta do qual a Lua separa mostra as The separation as coisas já passadas; se a Lua separa de um planeta que a auxilia, entao o evento foi benéfico, se o contrário, entao foi um evento pernicioso.

5 Se a constelaçao que recebe a força da Lua está no ASC, entao a coisa perguntada será feita propriamente; e o contrário se estiver fraca. (If the asterism which receives its force from the Moon is in its ascendancy, then the thing will be done properly; just the opposite if it should be weak.)

6 Do mesmo modo, no caso de qualquer constelaçao que comunica sua força a outra, o evento acontecerá de acordo com o poder do recipiente.

7 No dia que a Lua está com os planetas maléficos, nenhum assunto que a pessoa perguntar poderá ser completado propriamente se há um planeta no signo ascendente.; se a Lua estiver em um dos polos do meridiano (MC ou IC), entao a situaçao é pior, porque joga medo na mente e doença sobre o corpo. Se a Lua estiver numa casa cadente, ela demonstra o medo, mas nao a doença.

8 Os planetas movem em duas faces, uma boa, e a outra daninha; prediga bom ou mal de acordo com a posiçao. (The planets move in two faces, one helpful, the other harmful; wherever you find the planet to be favourable, predict good; for the opposite position, predict the opposite.)

9 Os planetas diretos favoráveis sao úteis nao importando se ocorre ou nao Recepçao. Se ocorre recepçao, muito melhor. Os planetas maléficos [Saturno e Marte] sao destrutivos por sua própria natureza, mas se um planeta é recebido por eles, sua influencia maligna é atenuada. Isso é verdade nao importando se o ângulo é um sextil ou um trígono.

10 Um planeta nao deve ser considerado como daninho até que os raios desse planeta dominem em propoçao a força do seu corpo [estiver dentro da orbe do aspecto]; se é menos que isso, causará apenas pequeno malefício; depois de se separar do aspecto por um grau ou mais, provocará medo, mas sem maiores consequencias. O mesmo acontece para o planeta benéfico. Se o planeta, que prognostica que algo vai acontecer, nao forma um angulo com o signo ascendente, entao as esperanças do querente nao acontecerao.

[Esse parágrafo pode ser dificil de entender para os que nao estao familiarizados com a astrologia helenistica. Vamos supor que é uma pergunta sobre profissao, entao estamos interessados no regente da 10a casa. Se esse regente está em um signo que nao faz aspecto ptolomeico com o ASC, as chances desse planeta favorecer o nativo sao menores]

11 Se os planetas benéficos estao em aspecto com os maléficos, a influência dos maléficos será menos danosa.

12 Os benéficos sempre [na verdade nem sempre] predizem coisas boas, e os maléficos predizem problemas. Mesmo assim, se o planeta maléficos estiver em sua exaltaçao, os efeitos serao bons, apesar de que eles involverao algum grau de tristeza e dor.

Posted in horária e eletiva Tagged with:
6 comments on “120 Aforismos de Ibn Ezra (1 a 12)
  1. Ricardo says:

    Bom tema estou ansioso pela continuação, bem que podia ter um livro desse no sebo aqui perto de casa.

  2. patricia souza says:

    desculpe a ignorância, mas esses aforismos só servem para astrologia helenística? ou servem também para a eletiva, ou outros tipos de astrologia?

    • yuzuru says:

      Ignorantes somos todos, porque todos ignoramos algo, portanto nao é nada a se desculpar.
      O que se deveria se desculpar sao os arrogantse, mas esses nunca se desculpam… como o rapaz que eu vi ontem, que “descobriu” que sagitario falaria de “ética”, gemeos de “antiética” e que os signos em quadratura entao falariam de sei lá o que…

      Nao é dificil de saber, a maioria fala sobre horárias e eletivas.

      Por exemplo: “O planeta do qual a Lua separa mostra as coisas já passadas; se a Lua separa de um planeta que a auxilia, entao o evento foi benéfico, se o contrário, entao foi um evento pernicioso.”
      Isso é válido para horárias… as eletivas nao tem um “evento passado”, em natal isso faria menos sentido ainda.

      Ou: “Os planetas diretos favoráveis sao úteis nao importando se ocorre ou nao Recepçao. Se ocorre recepçao, muito melhor. Os planetas maléficos [Saturno e Marte] sao destrutivos por sua própria natureza, mas se um planeta é recebido por eles, sua influencia maligna é atenuada. Isso é verdade nao importando se o ângulo é um sextil ou um trígono.”

      Aqui novamente temos uma frase que vale mais para astrologia horária, mas poderia ser usada também em natal.

      Na sua pergunta voce faz dois posicionamentos que podem ser confusoes, entao vou responder como se fossem realmente:

      1 – esses aforismos só servem para a astrologia helenística – Ibn Ezra é de um período bem posterior, e seria mais do que chamaríamos de árabe-medieval.

      2 – “ou servem também para a eletiva” – aqui dá a impressao de que há uma oposicao entre helenística e eletiva. Nao sei se era isso que queria dizer, se foi, é errado. Helenístico é o período- cultura e eletiva é o tipo. Os gregos também tinham astrologia eletiva.

      ab
      Y

  3. patricia souza says:

    Obrigada pela resposta. Pra quem conhece pouco de astrologia, como eu, saber se é um periodo histórico ou um tipo de astrologia, não é tão imediato. É fácil, mas não óbvio. E pra quem não sabe, então, e acha q astrologia é só o horoscopo q escuta no rádio ou lê na revista… tem-se q abrir muito a mente pra entender de verdade a astrologia!!! Esses aforismos, por exemplo, são coisa nova pra mim… e quanto mais estudo, mais acho que, quando eu fizer um mapa astral qq, talvez nunca terminarei de faze-lo!!!! é tanta coisa p assimilar…

    • yuzuru says:

      Se passa por várias fases no aprendizado de astrologia.
      A pior fase é do povo que acha que toda astrologia nasceu nos anos 70 e que se resume a algumas bobagens sobre os signos solares e frases new age. Como voce notou, a maior parte das pessoas fica presa nisso o resto da vida.
      Depois a pessoa tenta incorporar qualquer coisa que vai aprendendo pela internet. Daí todo mundo acaba ficando como voce, um pouco oprimida por tanta coisa.
      Eventualmente a pessoa vai criando um núcleo de coisas que funcionam e sao mais confiáveis, e seu repertório vai crescendo de maneira mais organica
      ab
      Y

  4. patricia souza says:

    não só os aforismos, mas outros assuntos que a astrologia lida…

Leave a Reply to Anonymous Cancel reply

Aprenda mais astrologia

Veja o que perdeu

%d bloggers like this: