Tudo na vida é 90% transpiracao

aprender astrologia é um trabalho duro

E tem algo fácil nessa vida ?

Em um artigo anterior começamos a discutir Como aprender astrologia. Óbvio que não existe um método único e certo, mas passo minhas impressões sobre o tema. Outras pessoas teriam, obviamente, idéias diferentes, mesmo porque minha base principal é “o objetivo da astrologia é fazer previsões”. Não tem portanto a função de fazer terapia (para isso Deus inventou os terapeutas) e muito menos de falar sobre coisas impossíveis de se errar (suas vidas passadas, etc, para isso Deus inventou o romance psicografado). Assim, já deixo claro logo de cara meu viés.

A primeira coisa que as pessoas pensam em fazer quando aprendem algo em astrologia é procurar na própria casa, e verificar “se funciona”. Foi assim que eu aprendi, por exemplo.

Hoje, eu acho que isso é um grande erro !

É claro que a gente sempre vai dar uma olhadinha, mas pra quem quer realmente aprender, a dica é ficar o mais longe possível da própria carta !

Isso por vários motivos:

  • conhecemos pouco as outras pessoas
  • conhecemos muito bem a nós mesmos
  • conhecemos muito pouco a nós mesmos
  • a vida é feita de variedade
  • experiência se acumula, não se ganha

Conhecemos (muito) pouco às outras pessoas

Todo mundo acha que em dois minutos conhece “o âmago” das outras pessoas. Principalmente quem fez o teste de “você é sensitivo” na internet. O problema é que na prática, sabemos muito pouco sobre quem as pessoas “acham” que são, muito menos quem são realmente.

Em geral vemos as pessoas através de categorias: branco, negro, mulher, petista, inteligente, carioca, universitário, pobre, famoso, piadista, sério… as categorias existem em todo lugar, e em alguns minutos reduzimos a pessoa a categoria (o famoso preconceito, seja positivo ou negativo).

Por exemplo, aqui na colômbia as pessoas freqüentemente me explicam o comportamento das outras em função de regionalismos como “fulano é costeño” e eu “huh ?”. Isso pra alguém que vem de um país de cultura basicamente idêntica. Imagina se fosse um marciano, quantos preconceitos a gente teria que explicar pra ele.

Por exemplo a carta astral do Principe Harry, o ruivinho que é o herdeiro mais novo do trono inglês e embarca pro Iraque. Vendo o mapa, você notará uma grande prevalência do elemento terra, o que indica um temperamento melancólico. Ora, se tudo que você sabe sobre ele é que gosta de uma farra, como explicar isso ? Um dos problemas é que nunca sabemos exatamente como as outras pessoas são.

A maneira que eu indico pra superar esse problema é se concentrar no mundo objetivo, e não no “vejo que você é uma pessoa com muita sensibilidade, mesmo que os outros não reconhecam isso”. Todo mundo pode concordar com isso, em algum plano. Mas se você falar que a pessoa tem tendência a guardar cada centavo, e depois gastar tudo em bobeira, você saberá se corresponde ou não a algo válido.

Como já falei outras vezes, por isso que acho que todo mundo deveria deixar a astrologia natal de lado, no começo, e tentar primeiro a astrologia horária.

Conhecemos muito bem a nós mesmos

Por que isso seria um problema ? Porque tudo e absolutamente qualquer coisa que quisermos encontrar num mapa astral, nós conseguimos encontrar na própria carta !

Por exemplo, se hoje estou me sentindo deprimido, eu vejo meu Satuno fazendo quadratura com minha Lua. Se amanha me sinto aventureiro é porque meu marte em aquário na casa 10. Mas quando brigo com a patroa ou marido, esse marte vira o grande culpado…

Vamos supor que você leu em algum livrinho que pessoas com o ascendente em gêmeos são “leves e brincalhonas”, e você fala: “isso é mentira, eu tenho ascendente em gêmeos e não sou assim”. O problema é que talvez você seja muito mais sério do que seria de esperar por causa daquele saturno em capricórnio bem alto no seu meio do céu, aspectando o ascendente.

Aquele marte mal comportado que você tem afligindo sua casa do casamento, se fosse outra pessoa você interpretaria como problemas maritais, mas pra você é totalmente explicável já que seu marido gosta muito de vermelho…

Conhecemos pouco sobre nós mesmos

Todos conhecemos pouco sobre nós mesmos. Já vi pessoas altamente agressivas e descontroladas dizendo louvores sobre sua capacidade de concentração e paciência. O que mais existe pela internet é gente “espiritualizada” falando coisas extraordinariamente preconceituosas, que causariam horror em plena alemanha nazista. Ou seja, é dificil ver nossos pecados, por que em geral atacam nossas pretensas virtudes.

Além do mais, veja que as pessoas crescem e mudam. O mapa traz informação que só poderemos saber em nossa maturidade. Imagine você lendo no mapa sobre a situação empregatícia de um rapaz de 14 anos de classe média. Você vê uma carreira dinâmica, ativa, com muita competição, talvez algo como bolsa de valores. O menino nunca trabalhou na vida. Nada daquilo diz nada pra ele, porque sequer ir ao escritório do pai já foi. Pensa em fazer música, engenharia, veterinária ou propaganda.

Em quinze anos sua previsão seria correta, mas agora não vale nada. O problema se torna mais óbvio quando se fala sobre casamento com pessoas de menos de 30 anos, que pensam que nunca vão poder ou querer casar, quanto mais ter filhos, hipoteca, etc.

A vida é feita de variedade

Um amigo me falou uma daquelas estatísticas que ninguém sabe a referência: um médico para poder ler um Raio-X, só adquire realmente competência depois de uns 20 mil raios X (estou inventando o número).

Para mim essa estatística faz sentido. Só sabemos ler um mapa astral, quando já vimos de tudo nessa vida. Vimos os mapas de assassinos seriais, de pessoas com todos os planetas em exilio, com todos os planetas em ângulos, com uma série de quadraturas, de trígonoes, etc.

Mas é claro, o importante não é pegar e ler um monte… é pegar com critério, fazer previsões e pensar o que deu certo e o que deu errado, e porque !

Experiência se acumula, não se ganha

Qualquer coisa, não importa o quanto você é inteligente ou esforçado, para ser dominada exige tempo.

Gostei muito da idéia principal desse post Aprenda a programar em 10 anos. Na nossa sociedade da futilidade, todo mundo acha que pode aprender coisas complexas como inglês em 6 meses, Chinês em dez lições fáceis, a programar COBOL em 12 horas…

O autor cita que “Pesquisadores tem demonstrado que leva em torno de dez anos para desenvolver perícia em qualquer de uma variedade de áreas, includindo jogar xadrez, compor músicas, pintar, tocar piano, nadar, jogar tênis e pesquisar neuropsicologia ou topologia” (sic, sic, e sic).

A astrologia, como todas essas perícias, não é exclusivamente técnica, e sim uma mistura de técnica, teoria, intuição e prática. Não vai ser um curso, livro ou professor que vai te dar todo esse conjunto de perícias. A única coisa vai ser o tempo acumulando a experiência da tentativa e erro, mas com critério e direcionamento.

Assim, não há atalhos, tudo na vida é 90% transpiração.

Mas se ainda quer um conselho:

A melhor maneira de ler um mapa astral é olhar o seu próprio o mínimo possível !

Artigos Relacionados

Posted in astrology, horária e eletiva, Iniciantes e Tutoriais, Mapa natal, Previsao e Técnicas Tagged with: ,
9 comments on “Tudo na vida é 90% transpiracao
  1. Gi says:

    Com certeza. E haja transpiração!

    Uma vez li o seguinte na web sobre meu Saturno exilado (em Câncer) na 11: “ah, você não vê o tempo como seu aliado”. Eu sou apressada, mas o engraçado é que para aprendizados considerados intelectuais sou extremamente persistente, perseverante e tartaturga, apesar de aprender com rapidez e ser autodidata em algumas coisas e por que tudo demora pra mim, então acabo aprendendo mais do que os outros: já repeti de ano 3 vezes, tudo meu é muito repetido, então parece que adquiro aquela “sabedoria”. Por mim, seria diferente e eu já nasceria sortuda. 😉 Por outro lado, não aprenderia nada. E ainda tenho tantas coisas a “regrar”.. na vida.. questões de trabalho, grana, força de vontade. Enfim..

    E olha que hilário. Só hoje em dia consigo encaixar as peças do que a astróloga me disse quando eu tinha 20 anos. Foi a primeira e última vez que paguei alguém pra ler meu mapa. Talvez tenha sentido isso que você falou sobre buscar na Astrologia Horária, porque o problema é que os astrólogos não conhecem a vida do cliente. No caso do Orkut; a comunidade em que estou serve pra tirar dúvidas. Ela não lê mapas e sempre repete isso por lá porque sempre pintam aqueles que caem de pára-quedas. 😉 Ela ajuda a gente enxergar as associações e fornece as peças pra que nós observemos isso no mapa. Então, claro que é uma coisa um pouco “sugestiva”, de auto-sugestão. A pessoa fornece uma idéia sobre o que ela acha que ela é e relaciona com muitos aspectos e configurações no próprio mapa e ela tenta te ajudar pra ver se tem a ver essa interpretação ou não: sempre preocupando em não separar tanto os aspectos. Tá, rola aquela tal “poesia”, mas é válido pra gente não ficar tão pra baixo. Rola uma amizade, faz bem. Eu sempre tento não fornecer dados da minha vida pessoal, somente falei de profissão, faculdade e sentimentos, hábitos. E fora que na minha página não há nada, é vazio. Não ponho foto, nada. Porque assim não será possível pra ela obter informações e depois “aproveitar” talvez até inconscientemente jogando na análise. Entende? Tento “trabalhar” nesse “perdido”. Pra ver justamente até que ponto posso tirar algo de bom no trabalho de uma pessoa generosa que não cobra nada, o Orkut é gratuito, ela está ali como facilitadora, transmitindo seu conhecimento.

  2. Gi says:

    Essa última dica já estou executando faz um tempo. Pego o mapa dos meus amigos, conhecidos. ahahah

  3. yuzuru says:

    Gi, cada vez mais me convenço que o orkut nao transmite conhecimento, apenas desinforma.
    Com supostas “autoridades” brasileiras que só falam besteira, que um principiante deveria ter vergonha se falasse, e que sequer respeita a terminologia básica da profissao, nao acredito que o padrao possa minimamente ser mantido.

  4. Gi says:

    Entendo o que você fala, mas nessa comunidade a moderadora me ajudou em algumas coisas, mas às vezes ela enrola demais e daí eu venho aqui pra procurar de forma mais objetiva o que preciso. No mais, quando o assunto é coisa de auto-ajuda, estilo “best-seller” ou tópicos mais “políticos” ou falando das injustiças do mundo, ou aqueles com mensagens mais “zen”, positivas falando pra gente ser “solidário”, que isso está em crise, eu passo.

  5. Nalu says:

    Ah, Yuzuru, eu entendo o que vc fala sobre o orkut, mas acho que em alguns casos ele pode ser útil sim. Eu aprendi algumas coisas com o orkut sim, acho que se não fosse por lá e por ter contato com algumas coisas e pessoas lá eu até hoje estaria com uma visão bem diferente ( em emuito equivocada) da astrologia. Acho que serviu pelo menos pra me mostrar que existe gente séria e que existe muito caminho pra trilhar nesta área. Acho que se não fosse minha passagem por lá, dada a configuração da minha vida (casa-trabalho-estudo-marido-filho) seria mais difícil ter contato com isso. Então eu acho que tem um monte de porcaria sim, mas garimpando a gente acaba se surpreendendo.

    E eu concordo muito com seu post, ainda mais nessa cultura de tudo pode ser facinho em que nós vivemos. E também nessa história de olhar pouco o próprio mapa. Eu não consigo seguir isso, mas eu não tenho intenção de me tornar astróloga profissional, então me sobra vontade de auto-conhecimento. Mesmo assim às vezes é contraproducente ficar olhando meu mapa. Tem que apostar mesmo na horária, já vi. Abraços.

  6. fligue says:

    Não resisti em citar o santo do milagre, que era um aquariano com o sol se aplicando a netuno 11 de fevereiro de 1847 :

    Talento é 1% inspiração e 99% transpiração.
    Thomas Edison

    Génio: 1% de inspiração e 99% de transpiração.
    Thomas Edison

    Nossa maior fraqueza está em desistir. O caminho mais certo de vencer é tentar mais uma vez
    Thomas Edison

  7. yuzuru says:

    Nalu: concordo que o orkut pode ser bom pra algumas coisas, mas ainda acho que pra astrologia nao ! Encontrei por exemplo muitas pessoas com conhecimento muito bom em tarot, e aprendi muito com elas. Mas agora, em astrologia, conto nos dedos da mão o que li e não era lixo ou pretensao. Por que ?

    Nao sei, mas acho que é porque o tarot, apesar de ser mais “faça do jeito que quiser”, é mais fácil de distinguir um picareta, é como na astrologia horária, a gente acerta ou erra.

    Ou talvez porque na astrologia é fácil voce ler um décimo de um livro de Aristóteles, Wittgestein ou Schopenhauer e ficar se pavoneando de intelectual, nao sei.

  8. Gi says:

    Nossa, tem que ser muito cara de pau pra ler um décimo desses filósofos e se achar a última bolacha do pacote. 😉 Eu nunca li nenhum dos três.

    Mas enfim, a moderadora da comunidade a qual pertenço lê Tarot, aplica Florais de Bach, enfim. Eu já fui a uma taróloga quando tinha uns 17 anos, paguei 60 pilas e achei horrível e ela ainda disse que meu ascendente era Câncer (é a 00° 29´ de Virgem na verdade) e que eu tinha “problemas com hospital” vai ver que é porque disse a ela que aos 8 anos perdi minha mãe. Depois nunca mais.

    Floral tomei duas vezes e parecia que eu tinha engolido álcool. Prefiro vinho tinto francês daquele dos bons, ou um chileno. hihi De resto, eu gosto dela no ritmo como te expliquei, tirando dúvidas aqui e acolá, mas não em muitas questões sobre a vida, o mundo, porque já senti que ela é que é a rainha lá e não dá pra aprofundar nenhum assunto sem que um puxa-saco de plantão venha me “alertar e me lembrar” que se trata de uma “comunidade de Astrologia”. Só que ela debate outros assuntos, dando liberdade pra que façamos o mesmo. Isso já questionei, mas já passou… No mais, gosto só daquela parte que te falei e prefiro ficar assim, pescando aqui no seu blog e lendo também sobre Astrologia “moderna”, porque não consigo tomar partido de uma coisa que nunca estudei a fundo.

    Bjs

  9. fligue says:

    Gi
    No floral é colocado run para conservar, mas vc pode pedir com água destilada pura mesmo.
    Floral é legal eu gosto. Mas se vc foi a uma tarologa era certo que ela não iria acertar nada em astrologia.

    Caramba, também não li Aristóteles, Wittgestein ou Schopenhauer. Mas sem querer li algo de Platão e gostei, não sou muito filosófico. rs

1 Pings/Trackbacks for "Tudo na vida é 90% transpiracao"

Leave a Reply

Aprenda mais astrologia

Veja o que perdeu

%d bloggers like this: