Sexta Feira 13

jason.jpg

“kikiki…. chá chá chá”… Quem tem medo de “Martes 13”?

A musiquinha de “kikiki… chácháchá” me aterrorizava quando criança, já que o fascínora do meu primo me deixou ver esse filme quando tinha uns 10 anos de idade. Passei um tempo considerável da infância com medo de lugares escuros, principalmente arborizados, e de máscaras de Hockey. Felizmente, a própria progressão dos filmes para o cômico (ou seria patético), me ajudou a superar os medos infantis.

Só que muita gente tem medo mesmo é da sexta-feira 13 e do número 13. Já ouvi falar que muitos prédios, principalmente hotéis n os Estados Unidos simplesmente “pulavam” o número 13, indo direto pro 14. Se você entrou nesse post por acidente, caindo de paraquedista, imagino que estava procurando alguma conexão entre a sexta-feira 13 e a astrologia. Como sou bonzinho, já vou adiantando: não, não há nenhuma conexão direta !

Por exemplo, os números que dão “medo”, mudam de cultura para cultura. No japão se tem medo do número 4, porque se pronuncia “shi” e parece com a palavra “morte”. Nós em geral achamos que o 7 dá sorte. Na alemanha se considera que o 7 dá muito azar, enquanto o 4 dá sorte. Ou seja, antes de ouvir algum “numerologista” explicando o “motivo óbvio” de porque o 13 dá azar, lembre que isso muda de país pra país !

E a sexta feira ? A única conexão importante que as sextas feiras têm com a astrologia é a regência do dia da semana… na astrologia antiga, cada dia da semana é regido por um planeta, que lhe dá um “tom”. No entanto a sexta-feira é regida pela amável Vênus, fazendo com que ela seja um dia apropriado para encontros amorosos e quetais…

Curioso que o dia “pra badalar” em nossa cultura é muito mais o sábado, dia de saturno e teoricamente impróprio para essas atividades.

Talvez seja a regência planetária que explique porque na cultura de américa latina e espanha, o dia terrível seja a terça feira (martes, en español) o que talvez tenha alguma conexão com o fato de marte ser o pequeno maléfico. Tanto é que o filme Friday the 13th de nosso amado Jason foi traduzido em toda a américa latina como “Martes 13”! Já na Itália, o dia que dá medo é a sexta-feira 17 !

Conhecimento esotérico e picaretice

Estamos na era que as bibliotecas morreram, foram para o limbo e reencarnaram como a wikipedia. De jornalista a estudante vagabundo, todos crêem que o “verdadeiro” conhecimento pode ser acessado e compreendido em 2 segundos. O Santo Graal do conhecimento Miojo Lamen.

Mas eu tenho uma teoria, que eu chamo sem modéstia, de TYDC, “Teoria Yuzuriana da Densidade do Conhecimento”. O conceito é muito simples. O conhecimento é “pesado” e mais denso do que a bobagem. Portanto o conhecimento se transmite mais devagar que a bobagem. No momento em que você aumenta a velocidade dos canais de comunicação (como na Internet) haverá um momento em que as bobagens, que viajam mais rápido, dominarão todos os canais até destruir o conhecimento e serem aceitas como verdade !

Acha que não ? Olhe o meu estudo de caso !

Primeiro vamos começar com o mais bagaceiro… a coluna da Monica Buofligio, pretensa “angeóloga”. Por que “pretensa” ? Porque já conheci angeólogos de verdade, e todos sabem Latim, grego e aramaico, porque todos os textos importantes para eles nunca foram traduzidos e estão nessas línguas. Como obviamente não é o caso de nossa amiga esotérica, só demonstra que é uma angeóloga de butique.

Vamos ver o que ela fala:

A superstição que envolve a Sexta-feira 13 surgiu com os romanos. Não tinha nada de azarento, mas, com o tempo, alguns fatos ocorridos nesta data, ano após ano, marcaram este dia, transformando a Sexta-feira 13 em um momento onde as pessoas deveriam tomar mais cuidado.

Vamos procurar agora outra versão, a wikipedia brasileira, uma versão inferior e muito piorada das wikipedias em outras línguas, segundo ela:

Esta superstição teve origem no dia 13 de Outubro 1307, sexta-feira, quando a Ordem dos Templários foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França; os seus membros foram presos simultaneamente em todo o país, e alguns torturados e, mais tarde, executados, por heresia.

Note que nenhuma das duas autoridades coloca aquele artíficio da civilização ocidental chamada “citação”. (E antes que algum engraçadinho comente que eu também não coloco, já aviso que não coloco porque não preciso ! Isso é um blog, não enciclopédia)

Agora vamos comparar com a nossa amiga, wikipedia americana:

Before the 19th century, though the number 13 was considered unlucky, and Friday was considered unlucky, there was no link between them. The first documented mention of a “Friday the 13th” is generally listed as occurring in the early 1900s

(Antes do século 19, apesar se considerar que o número 13 trazia má sorte, assim como a sexta-feira, não havia nenhuma conexão entre os dois. A primeira aparição documentada de uma “sexta feira 13″ ocorreu por volta de 1900”)

E não contente com isso, ainda cita duas fontes ! E pra quem sabe ler inglês, aproveite e leie o texto todo, e verá que a “informação” dada pela wikipedia brasileira é desmentida pelo seu equivalente gringo !

Moral da História: o mundo de hoje, com sua dependência de internet, está cada vez mais dominado por idiotas, gente preguiçosa, que nunca leu o livro, mas leu a contra-capa do resumo, etc. E isso para assuntos considerados “sérios” como Foucault, Wittgestein, Mecânica Quantica, Jung…

E para os assuntos considerados “esotéricos” então ? Aqui é onde a porteira foi aberta e a boiada toda já desandou… você faz uma busca por “mantras” e depois descobre que o cara inventou sua própria maneira de fazer mantras a partir do inglês ! Entra num site americano e a tonta da mulher diz que o conceito de “lua fora de curso” que existe há milhares de anos foi criado por um americano ! Os brazucas sequer conseguem usar terminologia correta e ficam inventando aberrações como “Roda da Fortuna” ao invés de “Parte da fortuna”…

Ou seja, faça como Moulder quando buscar pela Internet: “Não confie em ninguém

Artigos Relacionados

  1. “Meu signo combina com o dele?”
  2. Astrologia da Violência
  3. “Dá uma olhadinha no meu mapa?”
  4. Qual planeta mostra minha personalidade?
Posted in astrology Tagged with:
10 comments on “Sexta Feira 13
  1. Nalu says:

    Yuzuru, amei sua Teoria Yuzuriana da Densidade do Conhecimento!!! e esse post vale muito a pena, posso colocar um link pra ele no meu blog? Abraços.

  2. yuzuru says:

    Claro, agora precisa de permissao pra colocar link ? 😉

  3. Zaratustra says:

    Arrebentou mermão!!!

    Ta ficando à vontade com a parada…

    Esse artigo tem cara de best-seller! 🙂

    PS: Vc tem total razão nessa bestialização das pessoas e sua teoria da densidade do conhecimento!!! Eu tenho medo disso… acho que ateh hj a humanidade só evoluiu pq tínhamos “gente que faz”… já faz um tempo que só replicamos… hoje e futuramente, além de apenas “copiar/colar” estamos copiando das fontes erradas… 🙁

  4. Gi says:

    Gostei do vídeo aí.. Realmente a patetice não faz ninguém ter medo depois. Roda da Fortuna, cê tem que ver, é por causa de filmes, é a “roda da grana”, Yuzury.. vc não entende.. 😉

  5. Gi says:

    Gostei do vídeo aí.. Realmente a patetice não faz ninguém ter medo depois. Roda da Fortuna, cê tem que ver, é por causa de filmes, é a “roda da grana”, Yuzuru.. vc não entende.. 😉

  6. Gi says:

    Comentário repetido porque tinha escrito “Yuzury” hehehe Coooooorta e chama o Jason.

  7. Gi says:

    Lembrete: sobre o e-mail q te enviei, acho que errei o Almuten Figuris. Ficou entre Mercúrio e Saturno, mas confundi a hora, achava que 14:45 era nascer de dia, mas depois fui ver.. Enfim, acho que não é Mercúrio e sim Saturno. Uff..

  8. Escrevi um texto com tema relacionado ao blog de vocês aqui, e coloquei um link para cá também:

    http://papodehomem.com.br/principal/criatividade-e-pensamento/inferno-astral-existe/

    Se tiverem a chance dêem uma passada por lá.

    Abraço,

    Guilherme

  9. yuzuru says:

    Vale a pena ver a mona lisa com mascara de jason que a Nalu colocou no blog dela
    http://nalu.in/191

  10. Delícia de post-intervalo.

    A Márcia Tiburi escreveu recentemente Olho de Vidro, que comenta a relação das pessoas com as telas e a passividade na recepção de conhecimento por esses meios de transmissão à distância, que buscam níveis cada vez maiores de instantaneidade. Aí toca nos pontos do engodo, do circo que pretende significar um real comunitário (realidade sobre a qual todos estão de acordo) etc.

    Muito a ver com a Teoria Yuzuriana da Densidade. Y otras cositas más.

    Hum. Estou viciada. Na casa da minha avó, com o sobrinho bagunçando tudo, e não desgrudo os olhos das caixinhas. | Ok. Volto à vida na segunda-feira, igual dieta.

    Só o aniversário de uma das minhas melhores amigas pra tirar da mais nova obsessão.

    Beijocas

2 Pings/Trackbacks for "Sexta Feira 13"
  1. […] era de conhecimento incompreensível apenas 20 anos atrás. Mas ela também permite a circulação ampla e irrestrita de besteiras. Como as fezes são pouco densas, elas flutuam e se espalham facilmente pela […]

Leave a Reply

Aprenda mais astrologia

Veja o que perdeu

%d bloggers like this: