7 pecados que os principiantes fazem

1 – Confundir astrologia com “astrologia Capricho”

Esse é o erro mais comum. O povo já se acha “astrólogo” e acha que a única coisa que existe são signos solares.

A verdade é que o nível de livros no Brasil é muito, muito ruim. E, portanto o nível dos astrólogos e dos “cursos”. Pegue um livro de astrologia e verá que tem uma introdução poética (a astrologia é a conexão do homem com o mistério dos astros, blá, blá, blá…) uma seção de glossário (os planetas são o sol, a lua, etc, os signos são áries, touro, etc.) e depois termina o livro com uma seção dicionário.

A seção dicionário por sinal leva 60% do livro, e faz a descrição enciclopédica de cada planeta em cada signo. Vênus em áries, vênus em touro, vênus em gêmeos…. agora marte em áries, marte em touro, marte em gêmeos…

Essa astrologia mal-feita, de revista Capricho, é boa pra adolescentes que querem gastar 10 minutos “se descobrindo”. Se você vai realmente investir um tempo nisso, gastar dinheiro em livros, é de seu interesse buscar alguma coisa mais profunda que isso.

O mesmo vale pra comunidades de internet. Se você está em um fórum e o povo quer ficar discutindo “o que significa minha venus em aquario”, o nível de seriedade está baixo. Fuja da astrologia Jack o estripador. Um mapa não deve ser analisado por partes arbitrárias.

2 – “Por que cancerianos são tão…”

Mesmo problema que o anterior, manifestação mais concreta. Existe comunidade que só discute essas palhaçadas. Por que os virginianos são chatos, leoninos arrogantes, aquarianos insuportáveis, etc.

Primeiro ponto: a astrologia não se resume a signo solar. Se você aprendeu que era assim, não gaste mais dinheiro com o picareta que te ensinou isso.

Segundo ponto: esse é um tipo de preconceito genérico e tonto. A pessoa que escreve isso não entende muito de astrologia, e provavelmente não tem muita maturidade também. Lembre-se que nossos preconceitos dizem mais sobre nós mesmos do que sobre o objeto de nosso preconceito.

Se você é principiante, você pode passar anos em comunidades tontas, discutindo se ariano é mais bravo que escorpiano. A escolha é sua, mas todo seu “conhecimento” vai se restringir a essas generalidades preconceituosas.

Então, meu conselho novamente é “fuja”

3 – Misturar religião com astrologia

A astrologia nasceu antes de todas as religiões atuais. Todas.

Então porque você realmente quer comprar um livro de “astrologia e kardecismo” ? Que diabos alan kardec tem a ver com astrologia ? Nada, mas rende um dinheirinho de quem é trouxa pra comprar.

Tampouco a astrologia é baseada no cristianismo, judaismo ou quetais. Por isso discutir a “astrologia do cristianismo” tem muito sentido para aquelas almas desocupadas, que tem preguiça de estudar a astrologia de verdade, mas que tem muita disposição de colocar suas “idéias” no papel e forçar pelas gargantas dos outros.

O mesmo se dá com astrologia “karmica” ou que vê quem você foi na última encarnação. Sincretismo combinando uma série de invencionices sem qualquer tipo de base fora a famosa escola “eu faço o que quero e você não tem nada com isso”.

4 – “busco transformação pessoal”

A astrologia não descreve sua personalidade. Ela descreve sua vida. Sua personalidade é parte de sua vida, mas sua vida não é restrita a personalidade.

A astrologia da personalidade só serve para o famoso “fale um pouco de mim” que rebaixa a natureza oracular da astrologia. Tantas coisas que se pode saber, e a pessoa só quer que se fale generalidades ? Filhos, emprego, períodos bons e maus… o mapa fala sobre tudo isso e mais.

“É impossivel prever em astrologia” é o grito de guerra dos astrólogos da personalidade. Bem, o fato de eu não saber fazer uma cirurgia não faz com que seja impossível fazer uma cirurgia ! Não adianta colocar a culpa no “livre arbítrio”… se a previsão deu errado, reveja a técnica !

Agora, se você busca na astrologia apenas esse discurso de “transformação pessoal” misturado com generalidades sobre autoconsciencia e sincronicidade, provavelmente você está perdendo tempo… um livro de Paulo Coelho ou Lair Ribeiro seria mais divertido e custaria menos dinheiro.

Mas por favor, não jogue o discurso de “sou uma pessoa iluminada” em cima de nós, pobres mortais. Muitos de nós temos diabetes e vomitamos com esse tipo de discurso açucarado.

5 – Não saber engatinhar antes de correr

Qual é o bê-a-bá da astrologia ? os signos ? Não, o básico são os planetas. Tudo deriva da condição celeste dos planetas. Sua posição por signo e casa é a mais básica consideração.

Mas quanta gente sabe isso ? Quanta gente sabe sequer que o Sol está forte em áries e leão e fraco em libra e aquário. Pouquissimas ! Mas pode apostar que todos vão te falar generalidades sobre a diferença entre o aquariano e o libriano.

E, cansado de ler dicionários sobre o significado de vênus em aquário, o que o iniciante faz ? Vai para as “técnicas avançadas”, e começa a jogar no mapa um montão de asteróide, pontos médios, planetas imaginários, aspectos minúsculos, etc, sem ter a menor noção de como juntar tudo isso.

O problema é que as técnicas parecem fascinantes… sempre vai ter um guru dizendo que aparece e acontece com tal técnica maravilhosa, mas veja que suas “previsões” são sempre depois do fato !

E dai temos que aguentar nos fóruns e orkuts da vida um monte de gente que não sabe sequer interpretar a própria Lua, mas o grande problema é aquela “sesquiquadratura entre Plutão e Lilith”. Faça-me o favor !

6 – Confiar muito em autoridade brasuca

Isso vale para quase todos os problemas acima. Povo no Brasil está décadas atrás em tudo, e a astrologia não foge à regra. Enquanto o Projeto Hindsight está desencavando papiros gregos perdidos sabe-se deus onde, e os traduzindo pela primeira vez na história, o povinho fica se vangloriando citando Morin, como se Morin ou Lilly fossem as maiores autoridades de todos os tempos em astrologia !

Lembre que 99% dos autores brasucas estão apenas copiando livros americanos. E os livros americanos estão inventando tudo da sua cabeça.

Por exemplo, no site do Noel Tyl, astrólogo americano, tem uma citação à americana que “inventou o conceito de lua fora de curso”, um conceito astrológico que existe a, no mínimo, mil e quinhentos anos.

Vamos dizer a verdade, se fosse em qualquer profissão, esse tipo de gente deveria é ter o título caçado.

7 – Ai, meu deus, eu tenho (…) no meu mapa !

Substitua (…) por “eu tenho urano retrógrado no meu mapa”, “eu tenho ascendente em áries”, “eu tenho a vênus em quadratura com plutão”.

Há duas tendências nas pessoas. Uma parte quer ver grandes promessas de que vão virar estrelas de cinema, famosas e ricas. Esses são os narcisistas e são minoria. A grande maioria é narcisista também, e quer saber porque a vida delas é uma porcaria.

Então qualquer aspecto no mapa é um drama. “Oh, céus, horror dos horrores, eu tenho três planetas retrógrados no meu mapa, que isso significa ?”. Dai quando vamos ver, esses planetas são urano, netuno e saturno, que estão retrógrados como por metade do tempo.

Ou, quando a pessoa aprende técnicas como progressão ou retorno solar e começa novamente o escândalo: “Oh, meu DEUS ! Ano que vem eu tenho a lua na casa 8!!!! Isso significa que minha mãe vai morrer!

Dai a mãe não morre, mas sempre vai ter outro ano e outro drama.

Conclusão ?

Acredito que a maior lição é o famoso ditado: “diga-me com quem andas e te direi quem és”.

Você quer andar com meninas capricho “ai, eu também tenho vênus em aquário, que lindo”, e você será um astrólogo capricho.

Quer andar com pessoas pretensiosas e iluminadas: “Nao se importe com sua vênus, você cria seu próprio destino, apenas leia esse texto super lindo que estou te enviando de coração, vai te abrir os olhos, recebi por uma corrente de email”.

Quer puxar saco de otoridade ? “nos meus 500 anos de experiência fazendo mapas de celebridades da Globo, posso afirmar que a vênus em aquario é um signo do desenvolvimento pessoal na esfera chacrika…”

Moral da história, se você quer buscar coisas sérias, conseguirá. Mas filtre tudo mesmo, e de preferência evites as informações em portugues. Duvide de tudo, inclusive do que lê aqui. E nunca confie numa otoridade auto-proclamada.

As autoridades verdadeiras em astrologia morreram já faz 1200 anos.

Artigos Relacionados

Posted in astrology, Iniciantes e Tutoriais, Mapa natal Tagged with: ,
23 comments on “7 pecados que os principiantes fazem
  1. Nalu says:

    Yuzuru, eu adoro seu mau humor nos post. Muito bom, adorei. E a descrição das comunidades e gurus do orkut tá ótima. Ri muito. Abraços.

  2. yuzuru says:

    Obrigado, Nalu, pelo menos alguem gosto do meu (mau) humor
    bejos

  3. Vânia Silva says:

    Pois é… Eu descobri o teu Blog há algum tempo atrás e até o recomendei a outros Astrólogos (como eu). Praticas e vez a astrologia de uma forma um pouco diferente da minha, mas como sou uma pessoa com um grande trígno Sol-Urano-Marte, sou bastante aberta e receptiva ao diferente e até gosto de me deparar com diferenças que me fazem ampliar a mente e os horizontes. O que eu não gosto é de dogmas e verdades estritas, nem de formas de pensar fechadas.
    Até hoje não tinha deixado nenhum comentário no teu Blog, porque nunca vi necessidade. É muito útil e sábio.
    No entanto, hoje não consegui deixar de o fazer. Após ler este comentário, fiquei admirada contigo por recusares e criticares tão veemente a astrologia psicológica, humanista e transpessoal.
    Consideras assim tão pouco importante que a pessoa se conheça, que tome consciência de quem é e das potencialidades com que nasce (e que pode nunca usar!!) ? Pois, parece-me pouco sábio da tua parte. Desculpa a crítica e não me leves a mal. Mas, talvez o meu preconceito me leve a pensar e acreditar em visões diferentes.
    Reencaminhar a pessoa a ela própria, mesmo dizer-lhe coisas que a possam magoar mas que a ajudem a consciencializar-se de si, realçar potencialidades, ajudá-la a conhecer-se… é de suma importância para a sua evolução.
    O Universo está programado para a evolução e nós fazemos parte de um Todo maior. Por isso, sujeitos à mesma dinâmica. Já deve, concerteza, ter ouvido falar do conceito macrocosmos e microcosmos, e que o que está em cima é igual ao que está em baixo.
    E relativamente às previsões, digo-lhe sem receoi que quanto mais cnciente a pessoa se torna, mais falham as previsões porque se torna co-criadora da sua vida. É certo que muito poucos atingem esta plenitude e este poder, e é por isso que a astrologia preditiva tem sucesso e, bem feita, não falha.
    Mas questiono-o: até que ponto as previsões ajudam a pessoa? Até que ponto é que a pessoa não fica presa a elas e chega até a provocá-las? Até que ponto é que a pessoa melhora a sua vida? Se torna num Ser autónomo e responsável? Até que ponto não se desresponsabiliza e culpa os astros pelo que lhe acontece na vida?
    Claro que acredito na astrologia preditiva. Claro que acredito no seu sucesso. E na ajuda que pode dar ao preparar a pessoa para determinadas situações. Mas questiono, interiormente a sua necessidade enquanto terapeutica. Mas isso porque sou uma astróloga psicológica, humanista e transpessoal 🙂 É o meu pré-conceito.
    E agora digo-lhe o mesmo que escreveu no seu Blog: “Bem, o fato de eu não saber fazer uma cirurgia não faz com que seja impossível fazer uma cirurgia !”
    E os bons astrólogos da personalidade não dizem que “é impossível prever em astrologia”, como referiu. O bom astrólogo da personalidade diz que a análise dos trânsitos, progressões ou arcos solares não podem indicar o que irá suceder em concreto, apenas traçam o desafio que a pessoa irá viver para se tornar numa pessoa melhor.
    E, concordando consigo quando diz que com mapa natal se pode ver muito mais, digo-lhe que somos parte de um Universo que evolui e é uma centelha divina que encontramos num tema natal. Um único processo pessoal, uma semente.
    Aconselho-o vivamente, se quiser aceitar o meu conselho, a ler mais obras de Dane Rudhyar 🙂
    Bem hajas pela tua participação no mundo, pelo teu blog, pelos teus alertas.
    Apesar disto, continuo a gostar do teu Blog! 🙂

  4. yuzuru says:

    Sobre a cirurgia:

    esse é exatamente o preconceito da astrologia humanista ou pseudo humanista que ronda por ai, se nao conhece, tem sorte.

    nao se pode dizer se a pessoa é boa ou má, se tem filhos ou nao, apenas “como ela reage ou manifesta”.

    isso sim é dogma… a chegada a conclusoes rapidas baseada no principio de seu eu nao sei fazer, portanto é impossivel… como se fosse possivel concluir que uma coisa é impossivel 😉

    de resto, a vida é muito curta pra Rudhyar e outros modificadores da astrologia. Tenho que conseguir e ler Bonatti, e só isso sao mais de 100 páginas.

  5. Gi says:

    Yuzuru, como você ainda tem paciência com essa gente nesses foruns? Ai, credo. Aqueles que ainda confundem “horóscopo com Astrologia” até dá pra entender, porque ninguém tem obrigação de saber, e geralmente alguém solta isso em mesas de bar, conversas entre amigos. Mas se cagam se a gente descobre algo mais profundo deles. hehe Eu morro de rir quando alguém tem medo que eu “descubra a hora do nascimento”. Ahahah! A “bruxinha”…

    Mas daí fazer disso uma “bandeira de preconceito” é demais da conta. Isso por si só já até evidencia a posição de alguns planetas em signos. hehehe Olha eu caindo no “marasmo da personalidade”, mas que evidencia, evidencia.. Signos fixos são danados pra isso: “Touro, Aquário e Escorpião” Toda pessoa que é cabeça dura esconde um medo grande. Não que os antigos não pudessem ver também o “caráter”, o “tipo da pessoa”, mas foi o que você escreveu e o que eu descobri lendo o teu blog e o do Rodolfo, sem abandonar minhas “amizades-religions”. Mas é preciso mergulhar a fundo na Astrologia Tradicional. Gente, como podem jogá-la fora? É no passado que a gente sempre cava tudo de bom! ;-)) Aos zombeteiros, uma banana.

  6. Vânia Silva says:

    🙂 Pena que não tenham capacidade para alcançar o alcance de minhas palvras… Mais não posso fazer e participar. Seria uma perda de tempo.
    Julgar uns pelos outros é um PRECONCEITO sim!!! E nem todos os astólogos humanistas e da personalidade são iguais, tal como nem todos os astrólogos tradicionais são iguais, tal como nem todo o médico, bombeiro, sapateiro, etc.!! Mas esse alcance é demais, não?
    Pois, e como perdi meu tempo, deixar-me-ei ficar por aqui e desejar-vos muita felicidade.
    Não sem antes dizer que numa consulta de astrologia séria JAMAIS de diz se uma pessoa é boa ou má, ou se tem filhos ou não… se gosta de homens ou de mulheres ou se vai ganhar na loteria!! Isso é o que mais desprezo e o que mais critico. Porque esse trabalho é charlatanice e abuso! Pura ignorância!
    Se voçês julgam uns pelos outros, acabam por fazer o que as pessoas que não sabem o que é a astrologia fazem: julgar e dar opiniões infundadas.
    Tenho pena. Realmente. Pensava que poderia ter sido um início de troca de experiência e de conhecimentos, de ambos os lados. Mas não vou perder tempo com preconceitos.
    E, sra. bruxinha, tenho a certerza que se sente poderosa quando os outros têm medo do que descobre… Uhhh… Ego demaisiado grande, não???!!!

  7. Vânia Silva says:

    Ah… esqueci de referir. O único planeta que tenho em signo fixo, é Urano! Que bruxinha, hem???!!! Parabéns!

  8. yuzuru says:

    Vânia, o único ego que vejo grande é o seu. NO primeiro post voce já deixava bem claro sua arrogancia levemente disfarcada de elevacao espiritual. Por isso que se sentiu tao ofendida pelo post… a carapuca serviu.

    De resto, ignorancia, charlatanice, etc,

    “tenho pena”… tipo de argumento da pessoa superior. Oh, “tenho pena” de voces, pobres mortais.

    Deixe sua astrologia capricho no orkut, onde merece, e nao encha o saco aqui.

  9. Gi says:

    Vania, por que voçê vestiu a carapuça assim, querida? Liz Greene é bom e eu gosto também, conheço vários astrólogos dessa, digamos, “área moderna”, mas sinceramente não me satisfaz só esse tipo de estudo; cansa esse mundo falso zen onde sobram conselhos e pouca eficácia. Muitos fanbfarrões. Ao menos, a minha vida não é esse “mar de rosas” como o mundinho finanças-Buda prega por aí. Tenhamos religiosidade e análise pra escrever o falar e o que bem entedemos e nos nossos espaços. Faça o seu e “realize mais seu ego”. PALAVRA DE ARIANA EGOCÊNTRICA. HEHEHE e OLHA que meu dia não foi fácil…

    Quem mal humor o seu, chérie… Melhor procurar um “psy” (como dizem meus migos franceses) ou rever esta sua sensibilidade enorme e também o ego. O bruxinha nada mais é do que uma metáfora doce… Muita paz pra você, tá?? OOOOOOOOOMMMMMMMMMMM…… Bises

  10. Gi says:

    E outra coisa que eu gostaria que a madame soubesse: eu sequer li seu comentário aí em cima. Tudo que escrevi foi baseada no
    post do Yuzuru, o autor deste blog.

    Só pode ser Marte em Câncer pra esse povo estar assim tão suscetível… Ça casse les couilles vraiment. Nem eu cheia de problemas supersérios e mais o que fazer fico assim toda “na defensiva”… Urano também é meu amigo, tá? hehehehe

    Muitos bacios, senhora. 😉

  11. Gi says:

    Ai, escrevendo de lap-top canadense em plena “terra caliente”. ;-)))

  12. Shara says:

    Olá Yuzuru!
    Há mais ou menos 15 anos, fui fazer um curso de Astrologia Cármica. Claro que na época, além de caro levei 2 anos estudando. Fiz do básico ao avançado, achando que estava no momento hiper preparada para fazer qualquer mapa. Munida de livros gigantes de efemérides e tudo o mais.
    Mas como gosto muito de pesquisar, comecei a entender exatamente isso que vc. tão bem coloca aqui. Não somos signos! Nas minhas pesquisas de mapas de pessoas famosas comecei a compreender como os planetas agem na sua passagem pelos mapas e muitas outras derivações, que não caberia aqui explanar.
    Na verdade nunca me permiti fazer um mapa natal baseado no que aprendi.
    Sinceramente já a muitos anos me senti enganada.
    Vejo a Astrologia agora com outros olhos.
    Parabenizo a você pelo seu trabalho aqui, tratando o assunto com clareza e a seriedade que merece.
    Com certeza virei sempre aqui.
    Seu humor é picante, gosto disso.
    Abraços!

  13. yuzuru says:

    Obrigado pelos elogios, Shara
    Pesoalmente acho astrologia karmica um porre

  14. Rodrigo Carvalho says:

    Oi Yuzuru!

    Obrigado pelo scrap sobre astrologia da morte. Mas não vim comentar isso.

    Meu comentário se refere ao seus 3 primeiros paragrafos do 3° ponto.

    A astrologia nasceu antes de todas as religiões atuais e acho maravilho que tenha sobrevivido a todas elas e a aquelas que vieram antes. O mérito disto está naqueles astrólogos que puderam dar uma roupagem a astrologia adequada a suas épocas e neste caso vale lembrar, demérito dos astrólogos do tempo de Kepler que não foram hábeis em reponder as críticas do eminente astrologo.

    Ora, eu entendo que essa roupagem sempre foi uma roupagem ideológica, ou mais especificamente religiosa. Quando a ideologia dominante era de carater religioso – e não somente filosófico, como no sistema islâmico – a astrologia por sua vez tomava essa nova roupagem e adaptava-se segundo o gosto do poder.

    Sob essa pespectiva, acho realmente válido entender como operava o pensamento astrológico do passado, cujo legado foi influênciado profundamente por suas respectivas concepções de religião. Isso permite entender não somente de astrologia mas diversas formas de concerber uma sociedade.

  15. Mari says:

    Yuzuru,
    Gostei muitíssimo do seu texto e me identifiquei bastante 🙂

    Estou inserida em uma área (Artes Plásticas) em que o mesmo ocorre.

    Os exemplos mais frequentes: Senhoras que começam a fazer aulas de pintura a óleo e depois de seis meses de “especialização” em escamas de peixes e cabeças de cavalo já dizem sem medo que são artistas plásticas;

    e malucos que se entopem de drogas, nunca abrem um livro de história da arte e resumem o fazer artístico a “sentir a vibe”. rsrs

    Enfim, ótimo trabalho em nos alertar sobre a picaretagem na astrologia.

    Marianna

    • yuzuru says:

      Obrigado Mari
      mas é isso mesmo, basta dois meses e sujeito já está escrevendo livro, dando consultoria ou querendo criar curso. Em administraçao é pior, que a pessoa além de tudo abre uma consultoria.
      ab

  16. Marcos says:

    Poxa cara, você simplesmente me fez rir da minha PRÓPRIA idiotice! Não que eu fosse um desses ” astrólogos João Bidu “, mas os meios como eu estáva tentando aprender não eram lá essas coisas. Por isso, gostaria de perguntar: a astróloga, numeróloga, taróloga e etc etc etc Anna Maria Costa Ribeiro é uma boa autora? Digo, posso realmente ler e tentar aprender com o livro dela?
    Obrigado =D

    • yuzuru says:

      Nunca li e nem vou ler, pois só o título já me afasta. Dizer que é uma boa autora entao, nao posso dizer porque nao li, mas duvido.
      De resto, valem os avisos que já dei várias vezes sobre astrologia brasileira…

  17. Marcos says:

    Na verdade, ” Anna Maria Costa ” é a autora… O livro se chama ” O Conhecimento da Astrologia; Manual completo “… Então você diz que o melhor a fazer é eu tentar aprender astrologia em cursos, certo ( ou me aperfeiçoar em outras línguas e aprender com livros de outras ” nacionalidades ” ) ?

    • yuzuru says:

      Bem, eu lido com astrologia tradicional. Dentro da astrologia tradicional, posso dizer que nenhuma dessas pessoas do “povinho” está qualificada (basta ver os artigos totalmente desqualificados que tem saído do assunto – um artigo no “Sindicato dos astrólogos” copiava desvergonhadamente páginas da internet), apesar de, quando vem oportunidade, tentam lançar um curso de “astrologia grega” ou “astrologia tradicional”, como se fosse o sabor de sorvete do mês.

      Já para aprender astrologia moderna, minha opiniao sincera… se é pra inventar, porque nao inventar voce mesmo? Para que pagar um curso ou livro de alguém que inventou aquilo tirado da cartola? Melhor você mesmo inventar o que quiser ao invés de ficar gastando dinheiro com o que o pessoal inventou de teoria no tempo livre. Meus alunos me pagam nao para saber as coisas que eu invento, e sim porque transmito para eles de forma didática o conhecimento de mais de 2000 anos de astrologia. É a mesma coisa que o povo que quer aprender “Feng Shui”, mas nao quer aprender o feng shui verdadeiro, da China, que é difícil, e vai pra versao Capricho. Melhor nao aprender ou voce mesmo inventar sua versao de Feng shui.
      ab
      Y

  18. Marcos says:

    Entendi, deixarei esse livro de lado… ( e mais um monte de outros livros )
    É, tá difícil de aprender Astrologia sozinho…

  19. Cris says:

    Estou simplesmente CHO-RAN-DO de rir com os sarcasmos no post e a mulher egocentrica brigando nos comentários. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Estou procurando uma fonte pra iniciar os estudos em astrologia, acho q valeu a pena ler até o final, pelo menos já saí com uma diquinha, o Skyscript. 😉

    Valeu Yuzuru. =)

Leave a Reply to Nalu Cancel reply

Aprenda mais astrologia

Veja o que perdeu

%d bloggers like this: