O Julgamento

judge

Há duas metáforas importantes na astrologia grega, que podemos dizer que originou a astrologia ocidental: a metáfora do julgamento, ou tribunal, onde os assuntos da vida do nativo é decidida. Ou a metáfora Administrativa, onde a vida da pessoa é considerada como um país, cidade ou navio, com um rei e com gerentes específicos de cada campo da vida.

Recentemente o Rodolfo falou sobre o conceito de testemunho, ou seja, quando os planetas aspectam uns aos outros por signo inteiro. Rodolfo mostra que o testemunho é análogo a um julgamento num tribunal, com as testemunhas dando seu parecer sobre um crime. Leia primeiro o texto dele e depois volte aqui.

O julgamento: temas julgados

O julgamento dos planetas não precisa ser criminal… se quiser você pode pensar num julgamento civil, ou de uma “causa”. A causa pode ser coisas como

  • o nativo vai casar-se ?
  • o nativo vai ter uma grande carreira militar ?
  • O nativo vai ter glórias ?
  • o nativo vai ter filhos ?

O julgamento: o juiz e seu séquito.

O juiz da carta é o sol ou a lua. Durante o dia o sol tem preferência; durante a noite, a lua.

O “júri” é o conjunto dos planetas e suas relações. A opinião dos planetas vai ser dividida de acordo com seu séquito (sect em inglês). Os planetas do séquito diurno ou solar são o sol, júpiter e saturno. Eles são mais bondosos em uma carta diurna. Os do séquito noturno são a lua, vênus e marte.

Então, por exemplo, numa carta diurna, marte vai ser o “maléfico fora de séquito” e vai ter tendência a responder “não” para qualquer coisa boa. É o chato “do contra”. O nativo vai ser saudável ? Marte vota contra. Vai ter acidentes ? Sim !, etc, etc. É claro que um marte digno é um pouco mais piedoso que um marte em queda.

Já Júpiter, numa carta diurna, vai ser o grande papai noel, vota “sim” para tudo de bom e vota “não” para os problemas. Quanto mais digno, mais generoso.

Numa carta noturna, vênus é o benéfico mais generoso e saturno o maléfico mais perigoso.

As preferências do jurado

Como o jurado é composto pelos próprios 7 planetas, eles vão tentar “puxar a brasa para sua sardinha”, ou seja, cada um tem sua preferência pessoal e gostaria que ela ganhasse, por exemplo:

  • marte gostaria que o nativo fosse um grande líder militar, com uma vida cheia de conquistas, vitórias e morte
  • vênus gostaria de uma vida repleta de arte, dança, namoros e coisas bonitas
  • Júpiter gostaria de uma vida rica e com filhos
  • sol gostaria de uma vida sendo admirado, conquistando posições de poder, etc.

Mas infelizmente, só existe uma vida, e o bolo tem que ser repartido. Ele não pode ser repartido de formas iguais, então os planetas vão “decidir” se essa vida, dessa alma, como ela será. Será uma tranqüila vida de um fazendeiro, a árdua vida de um escravo, a fabulosa vida de uma celebridade ? Terá saúde ou doença ? Terá glórias ou fracassos ? Cada planeta tem sua preferência e se for chamado a votar, vai manifestá-la.

Veremos na continuacao desse artigo como se dá o processo de votacao.

Posted in astrology
5 comments on “O Julgamento
  1. gjiada says:

    Really interesting post.
    Inside CieloeTerra, Bezza’s traditional astrology group -I have some connections there- they use a lot testimony. For what I understood planets are like people, they could like each others or not so they can decide to help another planet or shut the door on its face.

    Margherita

    • yuzuru says:

      Hi, Marguerita, glad you liked it.
      why don´t you also write a little bit about the importance of testimony ?
      thanks for your comment.
      Yuzuru

  2. gjiada says:

    Because surely your post – and Rodolfo’s one- are just perfect.

    Happy new year,
    Margherita

  3. Bruno says:

    Como se determina hayz/sect? A maioria das fontes diz que isso é feito pela posição em relação ao Sol, os diurnos devendo estar no mesmo hemisfério do Sol (acima do horizonte de dia e abaixo de noite) e os noturnos no hemisfério oposto (abaixo do horizonte de dia e acima de noite) e o Sol estaria sempre no seu hayz/sect. Mas outras fontes (e esse artigo) dizem que os diurnos estão sempre em hayz/sect em cartas diurnas e contrários ao hayz/sect em cartas noturnas (e o inverso para os noturnos). Qual o correto?

    • yuzuru says:

      Oi, Bruno
      as duas fontes estao corretas, porque estao falando sobre coisas diferentes!
      Sect – os planetas diurnos estao em sect em cartas diurnas, e os noturnos em cartas diurnas, ponto. Só isso, nada mais.

      Já a questao de hayz tem mais critérios, além do sect, também precisa outros fatores, como estar acima ou abaixo do horizonte, estar num signo diurno ou noturno, num quadrante diurno ou noturno e, no caso de venus e mercúrio, estar oriental ou ocidental.

Leave a Reply to Anonymous Cancel reply

Aprenda mais astrologia

Veja o que perdeu

%d bloggers like this: