Bolha Imobiliária


Primeiro um aviso: estarei viajando até 23 abril com acesso limitado à Internet. Se quiser me mandar emails, perguntas, etc, é bem vindo, mas a resposta provavelmente só virá depois de voltar para casa.

Esse artigo também é curtinho, pela falta de tempo. Tenho que preparar tudo para a viagem ainda.

Bolhas imobiliárias tem uma longa história, bem destrutiva. Ao contrário das especulações ridículas que se vê na bolsa (oh, o mundo vai acabar, a bolsa caiu 5 milhoes de pontos) e que na prática pouco afetam a vida das pessoas comuns, as bolhas imobiliárias se arrastam por tempos enormes e tem consequências muito graves, sociais e econômicas.

Uma grande quantidade do capital existente no país é transferido para essa área, e a criação de empregos (principalmente para as pessoas de baixa renda), gera consumo, que gera impostos, que gera mais especulação… e uma enorme quantidade de dinheiro que foi investida nisso (treinamentos, reformas, construções) simplesmente desaparece no ar de um dia para outro criando enorme dificuldade para o povo.

Cada bolha se cria por seus próprios motivos. Nos Estados Unidos foi a crise do subprime, na Espanha foi porque os turistas de países ricos como Noruega e Alemanha estavam construindo suas casas de praia para a aposentadoria. Brasil está oficialmente dentro de uma bolha, e todos os que ganham dinheiro com ela estão alegremente soprando. O blog o pequeno investidor tem uma série de artigos falando sobre os perigos das bolhas imobiliárias.

Vou tentar aqui dar uma olhada na astrologia mundana e ver se achamos dicas de quando a bolha pode estourar.

A bolha dos EUA

abaixo está o mapa dos EUA anterior a sua grande conjunção de 2000.



Nesse mapa vemos que a casa 4, das construções e imóveis,  tem Júpiter bem na cúspide, em sextil a venus (senhora da casa 4) exaltada. No entanto vênus está sendo afligida por um mercúrio em queda (senhor da casa 5 – dinheiro dos imóveis) e há um saturno na casa 4. Saturno não é do tipo que aceita uma bolha por muito tempo.

Quando esses fatores voltarem a se unir, a bolha explode.

E aqui está o ingresso solar anterior a grande crise de 2007-2008.

Nesse ingresso, saturno, que estava na casa 4, e odiava bolhas, agora rege a casa 4. Ele está oposto a um marte (que “fura” a bolha?) na casa 5 dos ganhos imobiliários. O trígono com júpiter provavelmente só ajudou a crise a demorar um pouco mais para aparecer, porque ele não parece ter realmente ajudado muito…

Na carta abaixo, vemos a GC para o Brasil…

Note que o regente da casa 4 é mercúrio em queda, mas conjunto exaltada venus e sextil júpiter, uma configuração similar. O senhor da 5a é a lua, oposta ao sol.

Nao tenho minimamente o tempo para fazer uma investigação mais profunda, mas sem fazer promessas, acho que um momento adequado seria em 2013:

Nesse ano vemos que a lua, apesar de estar em seu signo, está fraca por cadência. Ela regia a casa 5 e agora rege a 4. Ela sofre uma quadratura do sol (repetindo o aspecto) e de marte (novamente o “furador de bolhas”?). A lua também está em contato com mercúrio, senhor da casa 4. Mas agora ele não está mais com venus, e sim com uma quadratura estranha com Júpiter. Existe recepcao, mas é sempre imprevisível dois planetas em recepçao que estão mutualmente exilados. Ela também está aspectando a saturno do “fim da farra”, e esses dois planetas também estão em signos inimigos um do outro!

Há muitos outros fatores a analisar, por exemplo nem olhamos a carta do Brasil, mas no momento nao tenho tempo entao fica apenas o exercício.

Posted in astrology, Eventos e política, Previsao e Técnicas, Temas Avançados
9 comments on “Bolha Imobiliária
  1. Olá Yuzuru, bem oportuna matéria sobre a especulação das construtoras! Gostaria de lhe agradecer pela resposta sobre a questão dos decanatos que você me enviou. Como eu estava dentro desta bolha imobiliária, enveredei numa rotina bem stressante.

    Mas, com certeza, verifiquei na prática que estamos no fim de um ciclo de entusiamo. Acontece que para a maioria das pessoas envolvidas no mercado da corretagem a ficha ainda não caiu.

    Passarei minha auspiciosa previsão, desesenjando também, que ao retornar de viagem, você possa continuar nesta narrativa, sobre as previsões deste setor.

    Vamos lá, é bem simples:

    Quando Júpiter chegar no segundo decanato de Gêmeos, tocando a Lua Natal de nosso burocrático mapa astrológico brasileiro e o Sol adentrar no signo de Virgem durante o mês de setembro, se observará o resultado do desajuste deste setor e ocorrerá uma queda profunda nas espectativas do mercado.

    Como você frisou Saturno traz o fim da festa, e isto se verificará quando ele bater no MC do mapa do Brasil adentrando no mês de agosto de 2013.

    Teremos uma avalanche de problemas relacionados ao setor. Com o Sol retornando em Virgem neste mesmo ano questões “burrocráticas” da bolha imobiliária mostrarão seu lado negro.

    Expectativas para a Copa de 2014?

    Só no sapatinho….

    • yuzuru says:

      Oi, obrigado pelo comentário.
      A “ficha” das bolhas geralmente só acontece quando a bolha já explodiu faz uns meses. Ouvi dizer sobre muitos sinais muito negativos: a queda da relacao aluguel/preco, e contratacao de centenas de corretores que falavam mandarim para tentar vender imóveis para a comunidade chinesa, e pior, imóveis muito caros que estao sem vender por muito tempo mas o preço nao baixa. Todos sao sinais preocupantes.

      Tentarei falar a respeito, mas é complicado saber realmente qual o melhor sinal para uma “bolha”…

      Quanto ao mapa do Brasil, nao uso “astrologia natal” para astrologia mundana, principalmente quando o mapa “oficial” que se usa é o do gritinho do D Pedro 😛

      Meus alunos do curso viram o mapa das Olimpiadas e todo mundo ficou preocupado…

  2. Apenas Corrigindo:

    Júpiter ingressará em 2012 no signo de Gêmeos.

  3. Aldis says:

    Olá yuzuru. No retorno solar desse ano saturno está exaltado em libra mas retrógrado. O fato de estar retrógrado não poderia gerar algum problema ainda esse ano para a bolha?

    • yuzuru says:

      Oi, Aldis
      tenho duas críticas metodológicas.
      a primeira é a “carta do Brasil”. O próprio conceito é simplesmente uma atribuicao de astrologia natal para mundana por pessoas que nao estudaram mundana e entao tiveram que usar o que sabiam!
      o segundo é técnico. Qual carta é a “correta”? Essas cartas “retificadas” tem valor zero e sao criadas por imaginação e arrogancia. O próprio evento do Ipiranga é de importancia histórica duvidosa e sua comemoração está ligada à mudança de poder para o sul e Sao Paulo. Como nenhuma das principais batalhas ou vitórias aconteceu na regiao sudeste, se escolheu o único momento importante que aconteceu em SP! Há vários outros momentos muito mais importantes, como a expulsao dos portugueses do nordeste, a coroacao, a promulgação da nova constituicao, etc, mas todos esses momentos sao ignorados porque o gritinho é “Simbólico”.
      E, por ~ultimo, o RS é uma técnica natal, entao tambem tenho duvidas se pode ser usada numa carta mundana.
      Ab

  4. Pedro Costa says:

    Oi Yuzuru, interessante sua análise, do ponto de vista astrológico. Na prática, vejo uma conjuntura explosiva: construtores famintos por lucros cada vez maiores, juros para empréstimos altos, famílias no ápice da capacidade de endividamento, relação vendaxaluguel desproporcional. Aqui em Brasília, tem um bairro novinho, com vários lançamentos a partir de 10 mil o metro quadrado. Setor Noroeste (SQNW). Será que terá compradores? E os primeiros prédios serão entregues justamente em 2013, 2014…

  5. murilo says:

    Achei interessante a abordagem dos astros para o estouro da bolha.

    Não tinha feito esta análise, mas concordo que o fim de 2012 e meados de 2013 será o àpice e pelos indices é bem provável que será o início de uma turbulência, que só não será maior pq teremos grandes investimentos para a copa 2014 e 2016, mas quem não se preparar vai ver outra decada perdida a partir de 2017, igual a que vivemos pos segunda crise do petroleo em 78 em que tivemos a pior decada da historia de 80 a 89.

  6. Pedro Costa says:

    Outra previsão que tem sido feita é que a bolha vai explodir no Park Sul – que é o nome chique que os corretores deram para o Setor de Oficinas Sul. Lá tem muito ágio para vender e muita dívida alta para pagar. Apartamentos acima de 500 mil, e as chaves vão ser entregues este ano. Os preços estão caindo muito, porque não tem mais comprador. Afinal, desde quando morar do lado da Rodoviária e vizinho do trilho do metrô é lugar nobre? Morro de rir.

    • yuzuru says:

      tudo aponta que brasilia está mesmo numa bela bolha imobiliária… tá certo que brasilia teve sempre a “nata” que suga o resto do país, mas mesmo assim, a proporcao aluguel/preco de venda está bem pequena.

      Também acho importante o comentário pq numa bolha os precos nao caem, ninguem quer desistir do “valor”. Mas os imoveis comecam a ficar cada vez mais tempo desocupados

Leave a Reply

Aprenda mais astrologia

Veja o que perdeu

%d bloggers like this: