Bebendo na fonte – Kushyar Ibn Labban

Bebendo na fonte – Kushyar Ibn Labban
astrologia arabe antiga

A sessao “bebendo na fonte” vai ser uma com pequenos trechos de originais da astrologia tradicional traduzidos e/ou comentados por mim.

Kushyar Ibn Labban é um astrólogo árabe que o Rodolfo já falou a respeito. Você também pode ler o livro dele Introduction to astrology. Abaixo eu peguei um trecho do capítulo que mais me interessa no momento, sobre astrologia eletiva (que ele chama de “escolhas”).

[1] A ‘choice’ is the goodness of the selected time, its suitability for the desired
object, and its being mixed with the lord of the ascendant in a good mixture.

Uma Eletiva é a favorabilidade de um momento selecionado, é sua adequaçao ao objetivo desejado,  e (seu efeito) é misturado (?) com o lorde do ascendente (e a lua?)

[2] When the choice is not in agreement with the base or the

astrologia arabe antiga

astrologia arabe antiga


revolution, [the benefits from it are scarce] ,I and when is injured
in the base or in the revolution it gives harm to him together with what is not
useful to him, and for this reason only one choice, the one without the other,
benefits hini. The two (the base and revolution) are close to each other in being
ready to receive the efficiency of the choice.

Quando a Eletiva nao está em harmonia com a carta natal ou o retorno solar [os benefícios da eletiva serao pequenos],  e quando a carta natal ou o retorno prometem algo ruim para o tema, a eletiva trará resultados ruins ou resultados inúteis. As duas cartas (natal e retorno) tem mais ou menos o mesmo efeito sobre as eletivas.

(Aqui Kushyar está explicando uma doutrina importante. A eletiva deve ter harmonia com a carta natal, e ao mesmo tempo nao deve brigar muito com o retorno solar. Caso ele brigue com o retorno solar, outros autores sugerem posponer o tema até o final do RS.)

[3] The proper condition of each one of the choices is based on the goodness
of the Moon and its reception, the goodness of the lord of house,
the goodness of the house of the desired object, the goodness of its lord, the
goodness of the planet of the intended object, the goodness of the lord of its
house, the goodness of the ascendant and its lord, and the goodness of the four
cardines.

A condiçao apropriada de cada Eletiva é baseada no estado bom da lua e sua relaçao com outros planetsa, o estado bom do dispositor da lua, da casa que representa o objetivo proposto, do senhor dessa casa, e dos ängulos da carta.

(Aqui, como vários outros autores baseados em Dorotheus, Kushyar coloca todas as possibilidades, mas na prática ele nao as usa.)

[4] Every matter that has a time when it is done every day or every week or every month – it is customary that there is no need of making choices.

Para qualquer tema que é realizado constantemente, seja todo dia ou toda semana ou todo mês, nao tem sentido que seja feito uma eletiva.

[5] Those matters which we want to get out of quickly and whose long-term duration we do not want – for such we choose the ascendant and the place of the Moon among the tropical signs, out of which the swiftest in change is
Cancer. Let them be made fortunate let there be a change of the matter toward goodness. which we want to do, then we come back to again – for them we choose the bicorporeal signs. whose stability and duration we want -for them we choose the fixed signs, out of which the most effective in stability is Leo. Let there be made fortunate or
not injured.

Para aqueles assuntos que queremos que o resultado seja rápido e cuja duraçao a longo prazo nao é importante (ou indesejada), nós colocamos o ascendente e a lua nos signos tropicais (cardinais), dos quais o mais rápido de todos é o signo de Cancer. Faça com que a lua e o ascendente estejam em bom estado para que o resultado seja bom. Quando queremos que o resultado seja algo constante, que façamos várias vezes, usamos os signos bicorporais (duais). E quando queremos algo estável e duradouro escolhemos os signos fixo, e o mais fixo de todos é Leao.
[6] The diurnal signs are more suitable for the choices by day, and the nocturnal signs are better for the choices by night. This is when they (i.e., these signs) are ascending or the Moon is in them.

Os signos diurnos sao mais adequados para a eletiva diurna (os signos impares) e os noturnos para serem usados à noite. Isso vale tanto para escolher o signo ascendente quanto o da lua.

(Essa doutrina é encontrada em alguns autores e em outros nao, Morinus por exemplo a usa. Eu a ignoraria no geral).

[7] The Moon in the ascendant is bad in all choices except in buying and selling when it is made fortunate.

A lua no ascendente é má para todas as eletivas exceto para comércio.

(Essa é outra doutrina polemica, que vai e vem dependendo do autor. Sahl diz que é maléfico para a saúde).

[8] There is no hindrance to choices the malefics aspect from trine and sextile and the benefics aspect from quartile and opposition.

Nao há problemas na eletiva se a lua aspectar os maléficos por trigono e sextil. Os benéficos nao dao problemas mesmo por quartil e oposiçao.

(O ponto dele é que os maléficos devem fazer aspecto com a lua apenas por aspecto gentil. Eu nao colocaria a lua em oposicao aos benéficos).

[9] The cadence of the lord of the Moon’s house from the cardines as well as its maleficence indicate the badness of the consequence of each choice, and it is not benefitted much by the goodness of the Moon’s condition.

Quando o dispositor da lua está em casas maléficas como a 6, 8 ou 12, e em mau estado, indica que as consequencias da eletiva serao ruins, mesmo que a lua esteja em boa condicao.

(Kushyar nao parece usar muito essa regra).

[10] When the lord of the house of the object is a malefic, it does not influence it from the cardines, but it effects it in the eleventh or ninth or third or fifth except when the choice is concerning a search with harm, riots, and wars.

Quando o senhor da casa relacionada ao nosso objetivo é um planeta em mau estado, nao coloque ele em um dos angulos, e sim nas casas 11, 9, 3 ou 5, a nao ser que o efeito desejado tenha a ver com dano, revoltas e guerras.

(Por exemplo, vamos supor que o senhor da casa desejada seja o marte atual, retrogrado e exilado, voce colocaria ele em trigono com a lua – como falado acima – mas nao em um dos angulos e sim nas casas benéficas.

[11] When there is no goodness of the Moon in the choice, we cause one of the two benefics to be in the ascendant or midheaven in the place of it (the Moon).

Quando a lua na eletiva está em mau estado, coloque os benéficos no ascendente ou MC (para que seu efeito supere o da lua).

Alguns exemplos do livro:

Buying: concerning buying, what is desirable is that the Moon be applying
to the benefics or to the lot of fortune in a house of Jupiter, and the two
benefics aspect it from cardines or from a good place.

Comprar: é bom para o comprados quando a lua aplica aos benéficos, em aspecto com a parte da fortuna, em um signo de júpiter (sagitário e peixes) e a lua em aspecto com jupiter e venus, que devem estar nos angulos ou nas casas benéficas.

(Note que Kushyar nao fala nada sobre o senhor do ascendente ou senhor do descendente, etc, apenas da lua).

Partnership: concerning partnership, the Moon’s being in a bicorporeal sign, applying to the benefics, and being received by them are desirable.

Parceria: coloque a lua em um signo dual, aplicando aos beneficos, e se possivel sendo recebida (quando o planeta ao qual ela aplica é o dispositor da lua)

(como mencionado antes os signos duais tem a ver com relaçoes de troca e constantes).

Disclosure and the revealing of matters: concerning this what is desirable is the Moon’s being in the tropical signs and aspecting to the Sun, and both of them (i.e., the Sun and the Moon) aspecting the ascendant, and the ascendant being made fortunate.

Revelar um segredo: coloque a lua em um dos signos cardinais e aspectando ao sol, e o sol e a lua aspectando o ascendente, com o ascendente em bom estado.

The hiding of things and secreting them: concerning this the Moon’s being under the rays, its moving into conjunction, or the lord of the ascendant being similarly , and the two luminaries not aspecting the ascendant – these are desirable when there is secrecy. When someone wants to keep a secret, then what is desirable in it is the separation of the Moon from the conjunction, while it is under the rays or above the earth, applying to a benefic under the earth, and the lord of the ascendant being similarly .

Para esconder coisas: coloque a lua sob os raios do sol, ela se movendo na direcao da conjuncao com o sol, ou coloque o lorde do ascendente sob os raios do sol, e os dois luminares sem aspectar o ascendente (aqui provavelmente seria em casas cadentes, mas também pode ser as casas maléficas, ou simplesmente estar longe do angulo). Para esconer um segredo é melhor quando a lua está sob os raios do sol mas separando da conjuncao com o sol, que esteja debaixo da linha do horizonte, e aplicando a um planeta benefico também debaixo da terra, e com o senhor do ascendente também debaixo da terra.

(as tress coisas que tem simbolismo de escondido na astrologia: planetas debaixo da terra nao sao visiveis; um planeta muito perto do sol tampouco é visível; e por último os angulos mostram o que é público e poderoso, o que está cadente está escondido.

Tagged with: , , , ,
3 comments on “Bebendo na fonte – Kushyar Ibn Labban
  1. Livio says:

    Muito bom – ficamos no aguardo dos próximos !

  2. Neide says:

    Por que você abandonou o blog?

  3. Cuco says:

    Brilhante post!

1 Pings/Trackbacks for "Bebendo na fonte – Kushyar Ibn Labban"
  1. […] astrologia eletiva por Kushyar Ibn Labban […]

Leave a Reply