Eletiva de empréstimo e dinheiro – Bebendo na Fonte

De Works of Sahl e Masha´allah página 196 – On Elections:

 

Se você quiser eleger uma hora para emprestar ou tomar dinheiro emprestado – deixe a lua em Leão, escorpião, sagitário ou aquário, e a lua com pouca luz, e que os dois benéficos (tenham pouca luz?) e aspectem a lua e o ascendente.

E faça com que mercúrio esteja livre do aspecto de marte e de preferência que a lua faça aspectos com mercúrio e júpiter. Não deixe que a lua esteja impedida pelos maléficos, e nem deixe que mercúrio esteja conjunto ou em quadratura (e supostamente oposição) com os maléficos.

Não deixe os benéficos cadentes na carta (nas casas 3,6,9 ou 12 – ou dependendo da definição, nas casas 6,8 e 12).

Se a lua estiver com marte, haverá trabalho, preocupações, negociações e brigas. Se a lua for impedida por saturno haverá demoras, preocupações e fadiga.

Mas, se você quiser que o empréstimo seja em segredo, faça o empréstimo durante a lua nova, de preferência saindo da conjunção com o sol e indo para um aspecto com os benéficos.

Mas não deixe que a lua saia da combustão com  o sol e aspecte marte, pois isso representaria o conhecimento do empréstimo indo para a boca dos homens que você não deseja que saibam do feito.

E também evite que a lua esteja com o nodo sul ou norte, ou ainda na via combusta (entre 15 de libra a 15 de escorpião).

O trecho é pequeno e direto ao ponto, e por isso é muito comum que astrólogos modernos percam o brilho de sua simplicidade. A verdade é que esse trecho é MUITO diferente do que astrólogos que se dizem tradicionais estão fazendo hoje em dia (geralmente copiando Vivian Robson que não era astrólogo e copiou boas partes de Ramesey, que por sinal também não era astrólogo).

A primeira parte e que não está no texto copiado é que Sahl segue uma tradição em que você nunca usaria a carta eletiva sozinha… todas as eletivas são cartas derivadas, que  precisam de uma “raiz”. A base ou raiz é uma outra carta, seja a carta natal da pessoa ou uma carta horária feita previamente para a questão.

Ou seja não há eletivas gerais, há fatores gerais, mas eles devem se combinar com fatores particulares da carta que eles transitam, mas isso não será discutido aqui.

O segundo ponto muito importante que a maioria não nota é que em nenhum momento Sahl cita “o regente da segunda casa” que é o padrão recebido de Robson/Ramesey. Essa prática é basicamente usar as mesmas regras da horária ao contrário, procurando “assegurar a casa 2”. Isso foi depois transmitido via Lee Lehman para outros astrólogos como Chris Warnock.

Mas note que Sahl está trabalhando com os fatores gerais, a lua (sempre o fator principal), mercúrio como representante de comércio, acordos e negociação, e júpiter como representante de dinheiro e bens (A propósito nada de vênus como “regente natural da casa 2” – essa é uma bobagem bem recente).

Colocando os pontos de Sahl em linguagem atual.

A parte principal é que a lua sempre deve estar em bom estado. Isso é vital. Não me importa que você esteja brincando de ver a casa 2. Se a lua estiver em mau estado, isso não é considerado uma boa eletiva.

A exceção seria a lua nova (combusta) que é boa apenas para negócios e empréstimos feitos em segredo. Mas mesmo nesse caso ele sugere o cuidado de garantir que o primeiro aspecto seja com benéficos.

A parte que ele sugere que a lua esteja perdendo luz é provavelmente para o pedidor do empréstimo, que não quer a simbologia de algo que aumenta com o tempo, e sim com algo que diminui. Se esse raciocínio estiver correto, se você estiver dando o empréstimo, talvez queira que a luz da lua esteja aumentando.

Por que a preocupação de que mercúrio não faça aspecto com marte? Mercúrio tendo simbologia sobre contratos e empréstimos, dinheiro e comércio é um significador importante. Veja que não estamos preocupados com fatores de longo prazo (mercúrio em peixes) e sim se há um contato nos dias próximos ao empréstimo entre mercúrio e marte. Esse é um significador de mentiras e de rompimento de contratos, uma simbologia que o empréstimo não será pago, ou que haverá mentiras e golpes.

Note novamente que uma coisa que não vemos nessas recomendações são coisas como “veja que o regente da casa 8 aplique para o regente da 2) que é uma instrução típica de astrologia horária: novamente, as regras são diferentes.

Todas as formas de astrologia, ocidental, chinesa e indiana, têm uma forma de divinação (horária, i ching, prashna) e uma forma de eletiva diferente da divinação. No entanto, nos últimos séculos o ocidente tem ignorado essa distinção e misturado fortemente regras de eletiva e horária, e os astrólogos atuais têm apenas ajudado a misturar os conceitos.

Artigos Relacionados

Maus conselhos em astrologia eletiva

Trânsitos de 2018

Astrologia financeira

Bolsa de Valores

 

Posted in astrology, Bebendo na fonte, eletiva Tagged with: , , , , ,
2 comments on “Eletiva de empréstimo e dinheiro – Bebendo na Fonte
  1. Paulo Bonafina says:

    Muito interessante. E quanto aos signos escolhidos pra lua, leão, sagitário, escorpião ou aquário, qual poderia ser a lógica por trás?

    • yuzuru says:

      Difícil saber, já que não explicam – uma das possibilidades são as mansões lunares citadas por dorotheus, e que depois acabaram passando pro signo inteiro, e não apenas a área da mansão.

1 Pings/Trackbacks for "Eletiva de empréstimo e dinheiro – Bebendo na Fonte"
  1. […] astrologia eletiva é a arte de escolher melhores e piores momentos a partir da astrologia. Por exemplo, a abertura de […]

Leave a Reply

Aprenda mais astrologia

Veja o que perdeu

%d bloggers like this: