Picatrix e mansões lunares – bebendo na fonte

Picatrix e mansões lunares – bebendo na fonte

Na seção Bebendo na Fonte pegamos trechos originais e interpretamos seu significado esclarecendo conceitos mais ambíguos. Vamos ver o texto de magia e astrologia árabe, Picatrix, que ficou muito famoso na Europa Medieval.

Capítulo 4

La gente que ha necesitado hacer talismanes ha tenido que conocer inevitablemente la esfera celeste en que se basa la técnica de los talismanes y que es quien despliega sus hechos, y yo re echo aquí, de esa esfera celeste, unas bases sobre las que tú construyas, que son como la
materia celeste para hacer los talismanes, porque el hacedor de talismanes necesita ser un erudito en las equivalencias y en la esfera celeste y controlar además con cierta exactitud lo que hace y que no le quepa duda de su obra ni desconfíe, que así se fortalece la acción del
alma racional y se unifica la voluntad con su saber del alma del mundo para realizar lo requerido. Te aviso también, e insisto, del vecino de enfrente, o sea, de que no hagas nada hasta que la Luna esté en el grado favorable a esa actividad y de que la Luna tiene efectos sostensibles, no escondidos, y ahora mismo te voy a dar todos esos efectos; esta vez te voy a mencionar los efectos de la Luna dentro de sus mansiones, según el índice de los hindúes, especialmente en las veintiocho mansiones.

PIcatrix capítulo 4

Os criadores de talismãs tiveram que entender a Esfera Celeste, pois é dela que vêm os efeitos dos talismãs, é a matéria celeste dos talismãs, e para construir um a pessoa deve conhecer bem as correspondências de signos e planetas com as coisas do nosso mundo. Os talismãs mágicos devem ser feitos apenas quando a lua estiver em bom estado, e neste capítulo ele ensina os efeitos das 28 mansões.

Note que estes efeitos não são os de astrologia eletiva, que encontramos no Manuscrito Ashmore 396, estes efeitos são para magia e criação de talismãs.

1) La primera es la Mansión de las dos Cuernas de 1° a 12° 58′ 26″ de Aries. Dicen los hindúes: «cuando la Luna está en esta Mansión favorece los viajes y facilita beber las medicinas,
puedes hacerle un taco a un viajero que le sirva de talismán para la seguridad de su viaje»; se fabrica también en esta mansión un talismán para estropear lo que hay entre los esposos o los amigos con la ruptura y la enemistad y también aquí un talismán para que un siervo se escape y se quede con quien quiera y le interese, y para estropear la asociación entre asociados, porque es nefasto e ígneo. Y aquí te recuerdo un principio: procura siempre que en las operaciones benéficas esté la Luna sana y salva de nefastos y sin eclipsar, y en las maléficas eclipsada y nefasta; tenlo en cuenta.

Cada mansão tem 360 graus/28 = 12o 51′. Note que ele diz “de 1o a 12o” o que não faz muito sentido – era comum começar com o “grau 1” ou seja, ordinais, e o autor aqui mistura o sistema com cardinais – o correto no sistema que estamos acostumados seria começar com o grau 0. Os talismãs recomendados são para segurança em viagens, para destruir um relacionamento entre marido e mulher, para ajudar um servo a fugir, destruir associações em geral. Estes talismãs parecem estranhos pros marinheiros de primeira viagem, mas a verdade é que eram muito comuns para as necessidades da vida antiga, e alguns, como a separação de casais, continua firme e forte nos dias de hoje.

Aqui o Picatrix termina relembrando um conselho importante – em qualquer operação benéfica, que quer trazer coisas como amor, dinheiro, prosperidade, a lua não pode estar sofrendo um eclipse e aspectos com os maléficos. Exatamente o contrário é recomendado para operações maléficas, de destruição de inimigos, colheitas, etc.

Nos exemplos acima, se o talismã fosse feito para a segurança de um viajante ou para um servo escapar ele teria que ser feito com uma boa lua…. já um talismã para separação tem que ser feito sobre condições mais dramáticas.

  • 2)Mansão do Ventre
  • abrir poços
  • achar tesouros escondidos
  • crescer a semente
  • fracasso de matrimônios
  • estimulantes(?)
  • impedir a fuga de servos e prisioneiros

(3) Mansão das Pleiades

  • Segurança pra quem viaja no amr
  • melhorar os relacionamentos
  • prender ou livrar aos prisioneiros
  • criar afeto no casal
  • para alquimia
  • destruir rebanhos de ovelhas e vacas
  • para o servo destruir ao seu senhor (?)

(4)Mansão de Aldebarã

  • para destruir uma cidade,
  • para que uma construção não dê certo ou não dê durabilidade
  • destruir as sementes (agricultura)
  • evitar que o servo fuja
  • destruir relacionamentos
  • para atrair azar para quem abre poços (?)
  • afastar serpentes e escorpiões

Mansão do Voraz

  • boa saúde das crianças e favorecer sua aprendizagem de religião, escrita, artes.
  • para segurança do viajante
  • para bem de edifícios
  • destruir associações
  • melhorar casamento (se a lua e o ascendente estiverem em signos de forma humana – gêmeos, virgem, libra, os primeiros 15 graus de sagitário, e aquário-, livre de maléficos e eclipses).

Note novamente que a eletiva deve ser boa para efeitos bons, ruim para efeitos ruins – no caso os signos de forma humana são escolhidos porque eles têm poder reconciliador, de agir “como humano”, trazendo diálogo e amizade; seu contrário são os signos bestiais, como touro, leão, que agem como feras, atacando sem ver a quem.

(6) Mansão das cinco estrelas de Orión

  • Talismã para sitiamento de cidades
  • vingança dos reis
  • obter infortúnio e mal para seus inimigos
  • destruir colheitas
  • segurança nos pactos
  • melhorar associações
  • favorecer a caça
  • anular o efeito dos remédios

(7) Mansión do Braço (provavelmente o braço de Órion)

  • prosperidade no comércio
  • agricultura
  • para viagens pela água (viagens de barco sempre foram notoriamente perigosas)
  • para associações
  • contra moscas
  • contra a indústria (ações? projetos? não é indústria no sentido atual) que se necessitará repetir
  • para que se cumpram os desejos do soberano
  • para que um servo escape
  • para obter (roubar ou convencer?) uma terra ou dinheiro de alguém

Aqui temos as 7 primeiras das 28 mansões, que vão de 0 Áries até o finalzinho de gêmeos, e assim a oitava mansão vai começar no grau 0 de Câncer, e assim por diante, sempre começando no pontos vernais e equinócios.

Os temas são bem distantes da vida moderna, mas eram de grande valia para a maior parte da história humana – temas comuns eram o da segurança para viagens de água e terra, sempre perigosas; para libertar ou para manter preso um servo ou um prisioneiro; para unir e separar casais; para a agricultura e rebanhos; para doenças e para remédios.

O método básico para as mansões lunares é achar uma lua que esteja na mansão desejada em bom estado (ou mal estado, como notado quando o efeito procurado é maléfico). Bom e mal estado são medidos principalmente por aspectos – a lua não deve ser nova (quase 3 dias), e de preferência não na lua cheia e deve evitar a proximidade com eclipses, e com as quadraturas e oposições a todos os planetas, principalmente com saturno e marte. Note que a dignidade da lua é irrelevante – a mansão em touro não é necessariamente melhor que a mansão em capricórnio, são significados fixos que não usam a dignidade por signo.

Para escolher o momento, geralmente tentamos colocar uma lua angular, principalmente nas casas 1 e 10. A angularidade traz força e “presença” do que a mansão representa. Lembre do exemplo acima de reconciliação, que usa um Ascendente em signos humanos. Vamos supor que queira fazer um talismã para a destruição de edifícios, usaríamos um signo de terra, para poços, talvez água, para afastar serpentes e escorpiões, poderíamos colocar o signo de escorpião no ascendente, se fosse possível, etc.

Leave a Reply