Decênios

Os Decênios são um dos sistemas de distribuição dos anos da vida em períodos regidos por planetas. No caso períodos de 10 anos e 9 meses

Sobre a Distribuição de 10 anos e 9 meses dos tempos propícios e difíceis

Nosso método é assim: para nascimentos diurnos o sol será apheta, e para noturnos a lua, se bem situados (não podem estar cadentes). Se ambos os luminares estiverem mal situados, será escolhido o planeta seguindo o Ascendente para ser o primeiro a distribuir a divisão dos tempos por 10 anos e 9 meses e após isso cada planeta assume a regência, seguindo a ordem do zodíaco, e cada um deles recebe 10 anos e 9 meses. Também é necessário incorporar os subperíodos de meses, dias ou horas de cada planeta dentro do período maior.

Página 116 de Valens por Riley, Livro VI

Ao contrário da firdaria, que também escolhe entre o luminar diurno e noturno, note que aqui há sutilezas – o luminar em séquito apenas ganha uma prioridade, mas sua regência não é automática. Numa carta diurna, o sol inicia a sequência dos anos a não ser que esteja cadente. Nesse caso vai pra lua, e vice-versa pra nascimentos noturnos.
E no caso do sol E lua estarem cadentes, temos que pegar o grau do ascendente e seguir na ordem do zodíaco até achar um planeta. Suponha que o ASC seja em 10 de áries, agora procuramos um planeta, vamos supor que o primeiro planeta tradicional (os nodos não contam, nem pontos simbólicos como partes, só planetas mesmo) esteja em 9 sagitário, ele ganhará os primeiros 10 anos e 9 meses.

No mapa de Obama, a carta é noturna, por isso a prioridade é lua, sol, ASC. Lua está angular e pega o primeiro período. Então seguimos na ordem do zodíaco – lua, vênus, mercúrio, sol, marte, Saturno e Júpiter. Os subperíodos (como na Firdaria) seguem a partir do regente. Então no período da Lua, os subperiodos são os mesmos – lua, venus, mercurio…. Mas no subperíodo do sol, a sequência de subperíodos vai seguir a mesma ordem, mas com início no sol – o primeiro subperíodo é o sol, seguido por marte, saturno, jupiter, e continuamos com lua, vênus e mercúrio.

Astrology Matters with Helen Hartley in Adelaide, South ...

O regente superior ganha 10 anos e 9 meses (total de 129 meses). Cada subperíodo tem uma duração diferente, e veja que a soma das durações dão os 129 meses do período superior. Para estudantes de astrologia esses números não são novidades – são apenas os períodos menores dos 7 planetas.

  • Saturno 30 meses
  • Jupiter 12
  • marte 15
  • sol 19
  • venus 8
  • mercurio 20
  • lua 25 meses

É necessário saber quem está recebendo o ciclo e a distribuição de quem. E falo isso porque a distribuição do tempo, mesmo quando volta para o mesmo planeta como subregente, ele terá um regente superior diferente. e assim terá resultados diferentes do que no último período em que dominou. E um dado planeta em uma situação pode ter sido uma causa de sorte, mas em outro momento que assumir a regência causará azar, e isso de acordo com a atividade e a posição apropriada ou não do transmissor e do receptor.

Atenção à nomenclatura – o regente superior “transmite” ou então “distribui”. O regente inferior “recebe a transmissão” ou “recebe a distribuição”. O grande regente só vai pegar um período de 10 anos e só vai repetir se pessoa sobreviver aos 70 e poucos. Mas os subregentes se repetem em menos de 10 anos. Aqui Valens está dizendo que não basta dizer “período de saturno será mal”. Um período de saturno pode ser ruim e o próximo pode ser bom.

É necessário examinar os cronocratores e prognosticar o bem se eles transmitirem para benéficos, mesmo se um maléfico controlar por um tempo curto porque (?) a força do maléfico é dispersa antes pela ação benéfica da estrela que recebe a transmissão, (se for) um planeta que pode dar vários impulsos como amizade, sucesso, associações, etc. (…) da mesma forma quando a regência de benéficos se mover para maléficos, os maléficos tornam o bom impulso e transformam em desgraça e perigos e crises inesperadas.

O parágrafo é confuso, mas pela parte final entendemos que ele quer dizer – mesmo que um maléfico transmita para um benéfico, o benéfico vence – o mesmo para o maléfico. Esse parágrafo contradiz o preceito anterior de que é preciso ver a interação dos dois períodos ao invés de julgar que benéficos são bons.

E basicamente é isso – tirando o susto, a técnica é simples. Valens não dá, como em geral, dicas úteis para interpretação. Apesar de Steven Birchfield acreditar que Valens fosse um “astrólogo das trincheiras” eu tendo a vê-lo como um compilador de muitas coisas que ele ouviu nas viagens, possivelmente vindas do Egito, Pérsia ou até da Índia, mas sem muita claridade de como fazer com que funcionem.

Na segunda parte eu falo sobre Hephaistos que e é única fonte que parece ter uma descrição adequada.

Eu criei uma planillha de excel como Calculadora de Decênios. Você tem que baixar, antes eu tentei colocar online, mas o sistema de bloqueio do google não funciona. Ah, coisas aleatorias nas funções simplesmente não funcionam, então tive que refazer numa planilha nova porque a antiga simplesmente não achava “jupiter”, apesar de estar absolutamente igual.

Astrological Predictive Techniques | The Ages of Man with ...

Tagged with: , ,
One comment on “Decênios
  1. Marina says:

    Interessante…

Leave a Reply